Não é só no Brasil... Árbitro ignora soco na bola em clássico argentino

Do UOL, em São Paulo

Os erros graves de arbitragem definitivamente não são exclusividade do futebol brasileiro. Neste domingo (15), o clássico argentino entre Independiente e Boca Juniors foi decidido por um pênalti claríssimo não marcado nos acréscimos. O time vermelho acabou beneficiado após o árbitro não ver um soco na bola de Gonzalo Verón.

O lance é claro: um cruzamento da direita é desviado pelo goleiro e sobrevoa a área em direção a Nández, do Boca Juniors. Então Verón aparece em velocidade e coloca o braço na frente. Os jogadores do Boca reclamam muito, mas o árbitro Ariel Penel não só ignorou a penalidade como expulsou Pablo Pérez por reclamação.

O Independiente, que já vencia por 1 a 0, segurou o placar com um atleta a mais nos minutos finais. Mas nem tudo que aconteceu no clássico foi motivo para comemorar na equipe vermelha. O lateral Fabricio Bustos torceu o tornozelo e deve desfalcar a equipe contra o Corinthians, no duelo desta quarta-feira (18) pela Copa Libertadores.

A derrota liga o alerta no Boca Juniors, que tropeçou três vezes nas últimas quatro rodadas e viu sua enorme vantagem na liderança derreter. No retrovisor está o surpreendente Godoy Cruz, quatro pontos atrás (50 a 46), enquanto o Independiente ocupa o terceiro posto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos