Palmeiras estreia no Brasileiro, mas sem "largar" o Paulistão fora de campo

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • Miguel Schincariol/Getty Images

    Palmeiras terá semana preenchida por repercussões da final contra o Corinthians

    Palmeiras terá semana preenchida por repercussões da final contra o Corinthians

O Palmeiras faz sua estreia no Campeonato Brasileiro nesta segunda-feira (16), às 20h, enfrentando o Botafogo no estádio Nilton Santos. Mas enquanto o técnico Roger Machado e os jogadores tentam mudar o foco para a competição nacional, o clube ainda se vê envolvido em polêmicas do Campeonato Paulista, cujas repercussões devem dominar a semana alviverde.

Nesta segunda, Felipe Melo e o auxiliar técnico Roberto Ribas serão julgados no TJD por incidentes ocorridos no jogo de ida da final contra o Corinthians. O volante foi denunciado por agressão física e ato hostil, enquanto o membro da comissão técnica responde por atitude contrária à ética desportiva.

Além disso, entre terça e sexta, o TJD pretende convocar pessoas para prestar esclarecimentos sobre os motivos de o árbitro Marcelo Aparecido ter voltado atrás na marcação de um pênalti sobre Dudu no jogo de volta da decisão do Paulista. Após pedido do Palmeiras, que alega que houve interferência externa na arbitragem, o tribunal instaurou um inquérito para apurar os fatos.

Em meio a tudo isso, o Palmeiras precisa reagir em campo. Além da perda do título estadual para o rival, o time vem de um empate em casa cedido nos acréscimos do segundo tempo para o Boca Juniors, na Libertadores. Com a equipe em momento instável dentro das quatro linhas, Roger tem olhado só para frente – chegou a declarar que nem sabia da existência do inquérito, em coletiva na última sexta.

"Tem que virar (a página). Não há tempo. Em 25 anos como profissional, joguei 20 Brasileiros e ganhei um. Nos outros 19, você administra a frustração. A nossa capacidade de remobilização é muito vista nesses momentos. São nesses momentos em que somos bem avaliados ou não. Não há tempo para a frustração aparecer", disse o técnico.

Roger fechou os dois últimos treinos do Palmeiras, no sábado e no domingo, mas a tendência é que não haja alterações profundas na equipe titular. O técnico sinalizou que quer fazer apenas pequenos ajustes para retomar o desempenho do time. A provável escalação contra o Botafogo tem Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Dudu, Willian e Keno. Borja será desfalque por dores no joelho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos