Flu é campeão sobre o Vasco no sub-20 com briga e invasão em São Januário

Bruno Grossi e Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Reprodução/Twitter/Fluminense FC

    Fluminense venceu por 5 a 3, mas não pôde levantar o troféu da Taça Rio Sub-20

    Fluminense venceu por 5 a 3, mas não pôde levantar o troféu da Taça Rio Sub-20

Na tarde deste sábado, Vasco da Gama e Fluminense disputaram a final da Taça Rio Sub-20. Os tricolores venceram por 5 a 3, mas quase não puderam levantar o troféu em São Januário. Isso porque o fim da partida foi marcado por uma briga generalizada entre os atletas e até por invasão do gramado por centenas de torcedores. O tumulto foi provocado por dancinha de Samuel, autor do último gol do jogo.

Aos 50 minutos do segundo tempo, o Flu já vencia por 4 a 3. Samuel invadiu a área sozinho e resolveu fazer graça antes de finalizar. A atitude foi encarada como desrespeitosa pelos vascaínos, que iniciaram uma briga.

Logo em seguida, parte da torcida cruz-maltina resolveu entrar em campo e o árbitro, que havia acabado de encerrar a partida, chegou a ser agredido. Guilherme Bravin de Assis marcou um pênalti para cada time e foi muito contestado durante o jogo. 

Enquanto a briga acontecia, o troféu da Taça Rio precisou ser recolhido. Os jogadores do Fluminense correram para o vestiário e só voltaram para receber a premiação quando os torcedores vascaínos já haviam sido retirados de São Januário. Houve registro de confusão também do lado de fora do estádio.

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e a Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) agora aguardam a divulgação da súmula da final para analisar o relato da arbitragem e possíveis denúncias. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos