Polícia prende 20 pessoas após brigas entre torcedores de Ponte e Guarani

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/GM Campinas

    Torcedores de Guarani e Ponte Preta foram detidos pela Guarda Municipal

    Torcedores de Guarani e Ponte Preta foram detidos pela Guarda Municipal

O clima de tensão já toma conta de Campinas mesmo dez dias antes do clássico entre Guarani e Ponte Preta, no Brinco de Ouro, pela Série B. Nesta quarta (25), dia em que teve início a venda de ingressos para o dérbi, 20 pessoas foram presas depois de duas brigas, uma no período da manhã, próxima ao estádio bugrino, e outra já no fim da tarde, em frente ao 10º DP de Campinas.

No início da tarde, cinco torcedores do Guarani e quatro da Ponte foram detidos pela Guarda Municipal e encaminhados ao 10º DP depois de brigarem em uma avenida próxima ao Brinco de Ouro. Houve perseguição entre aficionados e foram apreendidos pedaços de pau e pedras.

"As duas torcidas estavam em uma briga, se agredindo com pedras e paus, quando guardas em patrulhamento flagraram a situação. Outras equipes da GM foram acionadas e conseguiram deter os torcedores. Uma das versões é que torcedores do Guarani teriam atacado a sede da torcida da Ponte, iniciado a briga, após perseguição, seguida de bate boca e luta corporal já na avenida", diz nota da Guarda Municipal de Campinas.

"Outra versão é que tudo teria começado quando torcedores da Ponte compravam ingressos para a partida entre as duas equipes da cidade, que está marcado para o próximo dia 5 de maio, pela série B do Campeonato Paulista. Nove pessoas, quatro torcedores da Ponte e cinco do Guarani, foram detidas no local e encaminhadas para o 10º Distrito Policial. Um veículo Saveiro foi autuado pela GM por conduzir torcedores na caçamba", acrescenta a nota.

Já no fim da tarde, uma confusão ainda maior foi registrada em frente ao 10º DP. Cerca de 20 torcedores tentaram invadir o distrito policial, mas a ação logo foi contida pela polícia, que prendeu 11 deles. Não houve identificação de quais eram seus times, e especula-se que o objetivo de alguns dos aficionados era libertar algum dos presos que estavam detidos no local.

O confronto entre as torcidas acontece 10 dias antes do primeiro dérbi, marcado para o dia 5 de maio, no Brinco de Ouro. O clássico, válido pela quarta rodada da Série B, terá apenas bugrinos. No segundo turno, será a vez do Moisés Lucarelli receber o duelo, desta vez apenas com aficionados pontepretanos. A torcida única é uma determinação do Ministério Público.

Brigas são recorrentes em Campinas

O desentendimento entre as torcidas de Ponte Preta e Guarani não é novidade em Campinas. No caso mais recente, ocorrido no último dia 7, a torcida do Guarani invadiu a sede da Torcida Jovem, uniformizada da Ponte, depois de conquistar o título da Série A-2 do Campeonato Paulista no Brinco de Ouro da Princesa.

A Torcida Jovem, por sua vez, fez um boletim de ocorrência registrando o caso e, além disso, encaminhou um ofício às autoridades alertando para os riscos do jogo entre os dois times.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos