Inter vê crescer cruzamentos e quer transformar em arma contra seca de gols

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    Leandro Damião tenta conclusão após mais um cruzamento do Internacional

    Leandro Damião tenta conclusão após mais um cruzamento do Internacional

Foram 51 contra o Cruzeiro, 27 diante do Palmeiras e 16 contra o Bahia. Números que colocam o Inter como time que mais cruza no Campeonato Brasileiro. Ao trabalhar repetidamente jogadas laterais, o time gaúcho quer evitar que a bola vá para área rival sem motivo e foca para transformar o lance em arma contra seca de gols.

Segundo estatísticas do Footstats, o Inter é o time que mais errou cruzamentos no Brasileirão. Foram 75 no total divididos em 41 contra o Cruzeiro, 22 diante do Palmeiras e 12 contra o Bahia. D'Alessandro foi quem mais errou, com 20.

Em acertos o número também é importante. Quatro contra o Bahia (um gerou o primeiro gol de Nico López), cinco diante do Palmeiras e 10 contra o Cruzeiro. De novo, D'Alessandro foi protagonista ao acertar oito no total.

É exatamente o estilo de cruzamento ocorrido na primeira rodada que motiva ao Inter a tentar. Não apenas a bola erguida para área, mas uma batida em curva, procurando o atacante, para que num simples desvio termine em gol.

"Tem algumas maneiras para ser agressivo ou vertical. Triangulando ou com posse por dentro e abrindo corredor para alguém cruzar. Cruzamento é uma arma para fazer gol. A efetividade dos cruzamentos não se configurou. Mas o cruzamento é importante. Perdemos para o Palmeiras com um cruzamento. Mas não trabalhamos aqui para cruzar por cruzar. Foram situações buscando situação trabalhada", disse o técnico Odair Hellmann. "O balão para área é que não dá. Aquilo não pode. Eu não acredito nele e se por acaso tiver, vamos conversar para trabalhar a bola. Em busca de triangulação ou passe", completou.

Repetidamente durante atividades do Inter, Odair dá atenção a jogadas laterais. A ideia do treinador é transformar este número de cruzamentos em gols. Que estão, de fato, faltando no Inter.

Sem marcar há três jogos, dois do Brasileiro e um da Copa do Brasil, o Colorado só fez dois no Nacional, ambos diante do Bahia na estreia, de Nico López.

O próximo compromisso será domingo diante do Flamengo no Rio de Janeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos