Pedro Ken, do Ceará, é suspenso por uso de substância proibida

Do UOL, em Santos (SP)

  • Bruno Aragão/CearaSC.com

O meio-campista Pedro Ken, do Ceará, foi suspenso pelo Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem por conta do uso de uma substância proibida. O nome do jogador de 31 anos aparece no relatório da entidade, que foi atualizado nesta terça-feira (8).

Segundo informações da ABCD, o uso da substância proibida (Anastrozole) foi detectado em exame coletado após a partida entre Santa Cruz e Ceará pela Série B do Campeonato Brasileiro de 2017, em 26 de setembro. Pedro Ken foi julgado na semana e já está suspenso.

Usado para combater os primeiros estágios de câncer de mama, o anastrozol é capaz de reduzir o estrogênio do corpo e é utilizada por homens para tratar o hipogonadismo - doença que compromete a produção hormonal pela secreção inadequada de testosterona pelos testículos.

Procurado pelo UOL Esporte, o Ceará informou que se manifestará oficialmente em coletiva de imprensa a ser realizada no fim da tarde desta terça-feira (8), por volta das 17h.

Pedro Ken não entra em campo há mais de dois meses. Sua última partida pelo time alvinegro foi no dia 3 de março, contra o rival Fortaleza, pelo Campeonato Cearense. Desde então, ele vem se recuperando de uma lesão no quadril – está em fase de transição.

Ainda em fevereiro...

Ainda em fevereiro, o blog Olhar Olímpico publicou uma matéria na qual explicava que Pedro Ken e outros atletas tinham sido flagrados pelo consumo de substâncias proibidas em exames antidoping realizados durante o Campeonato Brasileiro do ano passado. Nenhum dos casos, porém, havia se tornado público e nenhum atleta ainda havia sido suspenso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos