Conselho do Vasco marca reunião para apurar denúncias e pressiona Campello

Bruno Braz e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Flickr do Vasco

    Alexandre Campello será pressionado em reunião do Conselho Deliberativo

    Alexandre Campello será pressionado em reunião do Conselho Deliberativo

Líder do grupo político dos 13 ex-vice-presidentes que romperam com Alexandre Campello e presidente do Conselho Deliberativo do Vasco, Roberto Monteiro convocou uma reunião extraordinária para se apurar as denúncias que foram apresentadas contra o mandatário. No teor da carta, o dirigente deixa em aberto a possibilidade de se criar uma comissão de inquérito para averiguar os casos, o que pode ocasionar na abertura de um processo de impeachment, num claro sinal de que a guerra está declarada e longe de acabar na política cruzmaltina.

Seus ex-aliados acusam Campello de ter retido rendas de jogos em duas oportunidades e também de colocar sócios seus na folha de pagamento do departamento médico, algo que já foi rebatido por ele em coletiva e por nota oficial.

No documento assinado por Roberto Monteiro, os itens destacados são:

Divulgação
Carta de convocação do Conselho assinada por Roberto Monteiro

- "Conhecer as denúncias apresentadas por conselheiros em face de atos praticados pelo presidente da Diretoria Administrativa (Campello) que chegaram ao conhecimento do presidente do Conselho Deliberativo (Roberto Monteiro) bem como discutir e deliberar a instauração ou não de inquérito administrativo para apuração ou esclarecimentos dos fatos".

- "Tomar conhecimento da nomeação e composição de comissão especial de inquérito a ser nomeada para tal fim pelo presidente do Conselho Deliberativo".

- "Discutir e deliberar sobre a adoção ou não de medidas liminares e/ou preventivas em defesa dos interesses sociais e/ou da garantia da instrução probatória e lisura do procedimento, assegurando ao presidente da Diretoria Administrativa (Campello) o exercício do contraditório e da ampla defesa".

No último sábado, 13 ex-vice-presidentes - integrantes do grupo político "Identidade Vasco", encabeçado por Roberto Monteiro - deixaram a diretoria por, entre outras coisas, alegar falta de diálogo e transparência por parte de Alexandre Campello. Na coletiva da última segunda, eles rechaçaram a possibilidade de tentar um impeachment, algo que parece não acontecer de fato com essa convocação do presidente do Conselho Deliberativo.

Campello  tem aos poucos recomposto as pastas convidando apoiadores dos ex-candidatos de oposição Julio Brant e Fernando Horta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos