Jornal: Paris Saint-Germain já conta com punição por fair play financeiro

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/PSG

    Antes da temporada, o PSG contratou Neymar por 222 milhões de euros

    Antes da temporada, o PSG contratou Neymar por 222 milhões de euros

O Paris Saint-Germain já vê como certa a punição da Uefa por fair play financeiro. Segundo o jornal "L'Equipe", a agremiação da capital da França já se conformou que a entidade cederá à pressão feita pelos outros grandes times da Europa.

Ainda de acordo com a publicação da França, o PSG teme que a penalização seja semelhante à que enfrentou no ano de 2014, quando a Uefa impôs um limite de déficit para o equilíbrio entre compras e vendas. Tudo isso reduziria a capacidade do time no mercado de transferências.

O PSG diz ter uma receita anual de cerca de 500 milhões de euros. Pelas regras, o clube pode gastar na temporada até 5% mais do que isso – algo em torno de 520 a 550 milhões de euros, incluídos entre essas despesas todos os gastos com o time, contratações, salários, luvas, premiações e outros. Com um aporte dos donos, esse número poderia aumentar para cerca de 650 milhões de euros, no máximo.

Antes da temporada, o PSG contratou Neymar por 222 milhões de euros e Yuri Berchiche por 16. Além disso, fechou com Mbappé por empréstimo com valor de compra fixado em 180 milhões de euros ao fim da campanha do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos