Cruzeiro entra na Justiça contra "torcida única" para jogo com Atlético-PR

Napoleão de Almeida e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo e Belo Horizonte

  • Reprodução

    Abertura do processo do Cruzeiro: clube mineiro questiona "medida arbitrária" do MP-PR

    Abertura do processo do Cruzeiro: clube mineiro questiona "medida arbitrária" do MP-PR

O Cruzeiro entrou com um pedido de Mandado de Segurança contra a decisão do Ministério Público do Paraná em conjunto com o Atlético Paranaense de que não haja torcida visitante no jogo entre os clubes válido pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira (16), na Arena da Baixada.

A ideia do MP-PR em conjunto com o Atlético é de não destinar um local específico para a torcida visitante em todos os jogos na Arena, tampouco permitir a entrada de torcedores com a camisa de outro clube que não o Furacão, vendendo entradas para todos os setores a qualquer torcedor interessado – entenda mais.

A decisão da Justiça só saíra nesta terça-feira, 24h antes do jogo, que já tem ingressos à venda a preços promocionais, entre R$ 30 e R$ 60. Na intenção do MP-PR, torcedores visitantes teriam acesso livre ao estádio, misturando-se à torcida da casa, sem local separado. No pedido feito e assinado pelos advogados Fabiano de Oliveira Costa e Fernanda Saade Malaquias de Castro, o Cruzeiro considera a medida "injustificável" e "arbitrária", citando ainda o artigo 5º da Constituição Federal: "é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato", além de citar o artigo 13-A do Estatuto do Torcedor, para defender a entrada de pessoas com a camisa celeste em Curitiba.

Reprodução
Trecho do pedido do Cruzeiro por mandado de segurança contra decisão do MP-PR

"Entramos com mandado de segurança hoje. Objetivo é garantir que a torcida do Cruzeiro possa acessar o estádio, ficar em setor específico e usar sua própria camisa em segurança. Espero ter alguma notícia até amanhã no final da tarde", disse Fabiano Oliveira Costa, diretor jurídico do Cruzeiro, ao UOL Esporte. Procurado, o promotor Maximiliano Deliberador, idealizador do projeto, considerou natural o pedido. "Não há problema algum. É direito do clube buscar o judiciário se sentir que algum direito seu foi lesado. Ao MP cabe prestar as informações e aguardar a decisão".

O Atlético anunciou ainda que irá isolar o setor de visitantes para a sua própria torcida organizada, "Os Fanáticos", de maneira em que pessoas com adereços da organizada só tenham acesso àquele local. A mudança, porém, implicará em nova alocação dos visitantes, caso a justiça decida à favor do Cruzeiro no pedido.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos