Campello se livra de impeachment no Vasco após votação com muito bate-boca

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

Em uma reunião marcada por bastante confusão e por um forte bate-boca entre o ex-presidente Eurico Miranda e o ex-candidato Julio Brant, o Conselho Deliberativo do Vasco, por 98 a 94, votou pela não abertura de inquérito contra o atual presidente Alexandre Campello. A decisão impede que se abra um processo de impeachment do mandatário.

Presidente do Conselho Deliberativo, Roberto Monteiro apresentou três denúncias contra Campello: gestão temerária pelo não pagamento de impostos, suposta evasão de renda e o emprego de sócios do mandatário na folha de pagamento do departamento médico.

Campello, em sua defesa, apresentou slides com notas fiscais e comprovações financeiras. Depois discursaram Eurico Miranda, Celso Monteiro (ex-VP médico e irmão de Roberto Monteiro) e outros caciques da política vascaína. Quando Julio Brant discursou, iniciou-se um grande bate-boca entre ele e o ex-presidente. Aliados de ambos os lados se meterem e foi necessária a intervenção de seguranças para que não entrassem nas vias de fato.

"O Eurico foi querer dar lição de moral, e ele é um cara que não tem condições de dar lição de moral em ninguém. Eu disse: 'você rebaixou o Vasco em campo algumas vezes e moralmente diversas vezes'. Eu não tenho nenhuma questão pessoal com o Eurico, mas não venha querer dar lição de moral", justificou Brant.

Eurico Miranda, que em sua chegada reclamou com o UOL Esporte por estar sendo fotografado sem um "pedido de autorização" da reportagem, deixou a sede náutica da Lagoa sem falar com a imprensa.

Para Brant, seu grupo político votou contra a abertura de inquérito pois não foram apresentadas provas concretas de irregularidade contra Campello:

"Nós fomos contra principalmente pelo fato de que nenhuma das denúncias foi apresentada. Não íamos votar a favor com base em nada. Foram apenas relatos. Pontuei alguns conflitos de interesses claros que o Campello tem por colocar uma empresa que ele é sócio para prestar serviço médico ao Vasco, mas o que foi apresentado em termos de documentação foi zero. Então, por mais que tenhamos divergências, nós temos coerência". 

Conflito na forma de votação

Após os ânimos se apaziguarem, a reunião seguiu e foi aberto o processo de votação. Roberto Monteiro, inicialmente, sugeriu a contagem através do visual, com os conselheiros de acordo com a abertura da comissão de inquérito se mantendo sentados enquanto os contra, levantando. A maioria escolheu pela não abertura e uma nova confusão aconteceu.

O presidente do Conselho Deliberativo não percebeu clareza e sugeriu que os votos passassem a ser nominais. Muitos reclamaram, inclusive o presidente Alexandre Campello, mas após novas discussões, aceitaram o novo formato.

Com a vitória apertada por 98 votos a 94, os conselheiros vencedores da reunião entoaram o tradicional grito de "Casaca".

Para Campello, o momento é de "pacificar" o Vasco:

"Muitos da oposição entenderam que estamos fazendo o certo em benefício do Vasco. Por isso votaram contra. Está na hora de acabar a guerra e pacificar o Vasco. Não podemos nos apequenar por conta da política".

Ex-VP de patrimônio recebe notificação judicial na sede

Ex-vice-presidente de patrimônio do Vasco, Luiz Gustavo recebeu uma notificação judicial assim que chegou à sede náutica do clube na Lagoa (RJ). O dirigente havia feito uma denúncia ao Globoesporte.com alegando que Campello tinha retido rendas de jogos do Cruzmaltino. Como era o responsável por lidar com estas questões, ele agora terá que apresentar em 48 horas todas as documentações e notas fiscais de partidas em que o Vasco foi mandante.

"Em todos os jogos há borderô. Desde o início não recebemos isso (do ex-vice de patrimônio). Por isso entramos na Justiça", alegou Campello.

Novos vices são confirmados

Na saída da sede, o presidente do Vasco confirmou três novos nomes para cargos de vice-presidência: João Amorim (finanças), Rodrigo Saavedra (patrimônio) e João Ernesto (relações especializadas). O trio havia apoiado Julio Brant na eleição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos