Santos faz nova consulta por Ganso e vê meia pedir R$ 750 mil de salário

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Leonardo Soares/UOL

    Ganso ainda pediu um valor considerável de luvas para voltar ao Brasil

    Ganso ainda pediu um valor considerável de luvas para voltar ao Brasil

O Santos fez a segunda consulta ao estafe de Paulo Henrique Ganso para saber a possibilidade de repatriar o meia. A primeira foi em fevereiro, mas nenhuma negociação foi aberta. Desta vez, o clube já conversou sobre os valores financeiros. Segundo apurou o UOL Esporte, a diretoria santista descobriu que o atleta não aceita ganhar menos de R$ 750 mil mensais para voltar a defender o alvinegro praiano.

Além do alto salário, Ganso ainda pediu um valor considerável de luvas para acertar o retorno. Após a nova consulta, a diretoria santista considerou a contratação como um "sonho impossível". O clube paulista avisou que aceita pagar R$ 450 mil de ordenado mensal, mas o estafe do atleta avisou que existem clubes do Brasil já dispostos a pagar mais do que isso.

Vale ressaltar que tudo isso foi conversado em caráter "condicional", apostando que o Sevilla, da Espanha, aceite emprestar o jogador sem custos. Outra esperança das partes é uma rescisão amigável entre jogador e clube espanhol.

Em contato com o UOL, o estafe de Ganso alegou que não pode conversar sobre o assunto. Após a publicação da reportagem, no entanto, Giuseppe Dioguardi se posicionou em sua conta pessoal no Twitter. "O jornalista Samir Carvalho mente na matéria quando diz que estafe do atleta PH Ganso já conversou com o Santos sobre valores mensais (R$ 750 mil) caso uma possível ida do atleta ao clube aconteça", disse ele. A reportagem mantém as informações iniciais. 

Ganso foi revelado pelo Santos em 2009 ao lado de Neymar. A dupla brilhou em 2010 e 2011, conquistando três títulos neste período: Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Copa Libertadores da América.

No entanto, Ganso entrou em rota de colisão com a diretoria do Santos, comandada por Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, na época. A novela entre as partes começou em 2010, quando o clube desistiu de apresentar ao jogador um plano de carreira semelhante ao oferecido a Neymar. A diretoria santista voltou atrás no "acordo" após o atleta sofrer uma grave lesão no joelho.

O jogador acredita que foi desvalorizado pelo clube, já que a diretoria santista não o procurou durante o processo de recuperação. Por conta disso, Ganso foi vendido ao São Paulo em 2012. Durante as negociações para se transferir para o clube do Morumbi e também em jogos que defendeu o tricolor na Vila Belmiro, o meia sempre foi chamado de mercenário pelo torcedores e recebeu até "chuva de moedas" em um dos jogos que visitou o alvinegro praiano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos