Libertadores é obsessão, mas Copa do Brasil pode mudar ano do Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Jogadores do Cruzeiro comemoram um dos gols em 2018

    Jogadores do Cruzeiro comemoram um dos gols em 2018

A Libertadortes é a obsessão do Cruzeiro para 2018, mas é a Copa do Brasil que pode virar a salvação financeira do clube. Com a premiação superior à do torneio continental e do Campeonato Brasileiro, a competição se inicia na noite desta quarta-feira (15), às 21h45, na Arena da Baixada, contra o Atlético-PR, e pode render até R$ 61,9 milhões aos cofres celestes.

Só neste ano a Raposa contraiu R$ 50 milhões em empréstimos. Ainda há uma conta garantida avaliada em R$ 3 milhões no Banco Santander. Para quitar todos esses débitos sem precisar usar outras receitas, o time de Belo Horizonte pode usar uma eventual premiação da Copa do Brasil, vencida pela própria equipe no ano passado.

Só por disputar as oitavas de final, o Cruzeiro recebe R$ 2,4 milhões da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A classificação contra o time de Curitiba garante mais R$ 3 milhões aos mineiros. Caso alcance a semifinal, a equipe embolsa mais R$ 6,5 milhões.

A final da Copa do Brasil garante o maior prêmio de sua história. O vice recebe R$ 20 milhões, enquanto o campeão leva R$ 50 milhões para casa.

Uma caminhada bem-sucedida no torneio de mata-mata acarreta em uma arrecadação recorde para o Cruzeiro em termos de premiações. Em 2017, quando disputou a Copa do Brasil desde a primeira fase e a venceu, o clube recebeu R$ 12,8 milhões por bonificação da CBF.

Caso sejam campeões, portanto, os mineiros podem levar até R$ 61,9 milhões para casa. Um vice-campeonato acarretaria em um prêmio de R$ 31,9 milhões. Ambos seriam o suficiente para aliviar as contas da equipe em 2018.

Na Libertadores, o valor da premiação é bem inferior ao prometido na Copa do Brasil 2018. Ainda assim, o título internacional é o grande sonho do clube presidido por Wagner Pires de Sá.

Hoje, a competição continental paga 1,8 milhão de dólares (R$ 6,5 mi) pela participação na fase de grupos. As oitavas de final rendem US$ 750 mil (R$ 2,7 mi). Uma vaga nas quartas garante US$ 950 mil (R$ 3,4 mi) e a ida à semifinal credita US$ 1,35 milhão (R$ 4,9 mi) nas contas do clube. Vencer a final assegura mais US$ 6 milhões (R$ 21,9 mi) aos cofres do time.

O título da Libertadores pode valer ao Cruzeiro US$ 10,85 milhões (R$ 39,7 mi). O valor representa somente 64,13% do pago pela Copa do Brasil.

Ficha técnica
Atlético-PR x Cruzeiro

Motivo: ida das oitavas de final da Copa do Brasil
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 16 de maio de 2018 (quarta-feira)
Horário: às 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)

Atlético-PR
Santos; Zé Ivaldo, Pavez e Thiago Heleno; Matheus Rossetto, Camacho, Lucho González e Carleto (Renan Lodi); Matheus Anjos (Nikão), Pablo e Bergson.
Técnico: Fernando Diniz.

Cruzeiro
Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Arrascaeta, Robinho e Rafinha; Sassá.
Técnico: Mano Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos