Atlas-MEX cobra e Grêmio tenta parcelamento de dívida por Kannemann

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Gremio FBPA

    Zagueiro Walter Kannemann veio do Atlas, do México, para o Grêmio em julho de 2016

    Zagueiro Walter Kannemann veio do Atlas, do México, para o Grêmio em julho de 2016

O Atlas acionou a Fifa e cobra o Grêmio pagamento da última parcela referente à transferência de Walter Kannemann, anunciado pelo Tricolor em julho de 2016. O clube gaúcho confirma o débito, nega notificação da entidade máxima do futebol e pretende oferecer quitação parcelada.

Kannemann foi contratado por cerca de 1,2 milhão de dólares (R$ 4,3 milhões na cotação atual) em três vezes e a última parcela, datada para maio do ano passado, não foi paga ao Atlas.

A proposta do Grêmio já foi apresentada pelo jurídico do Tricolor aos dirigentes mexicanos e quer repactuar a forma de pagamento das cifras restantes.

"Esse assunto foi sendo adiado e não pode mais ser adiado. Vamos sugerir um parcelamento leve, não muito longo, mas não fomos notificados (pela Fifa). Chegando ou não (notificação), vamos acertar essas questões", disse Nestor Hein, diretor jurídico do Grêmio, à Rádio Grenal.

Kannemann virou titular absoluto do Grêmio ainda em 2016. Ao lado de Pedro Geromel, foi campeão da Copa do Brasil, Libertadores, Recopa Sul-Americana e Gauchão. No final do ano passado, o zagueiro renovou com o Tricolor até 2020.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos