Único invicto, São Paulo busca melhora nas finalizações e a 1ª vitória fora

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

    O goleiro do São Paulo, Sidão, destaca a importância de a equipe vencer fora de casa

    O goleiro do São Paulo, Sidão, destaca a importância de a equipe vencer fora de casa

O São Paulo tinha como meta vencer um clássico nesta primeira parte do Campeonato Brasileiro, antes da pausa para a Copa do Mundo. Depois do triunfo por 1 a 0 sobre o Santos obtido no último domingo (20), os objetivos passam a ser outros. Sob o comando de Diego Aguirre, o Tricolor busca agora ganhar pela primeira vez longe do Morumbi. Até o momento, são três derrotas e quatro empates como visitante. A próxima chance de mudar essa história será neste domingo, contra o América-MG, em Belo Horizonte.

"É o que a gente espera [ganhar fora], estamos há tempo buscando uma sequência de vitórias. E no Brasileiro é difícil, aliás poucos conseguiram essa sequência. É bem complicado, mas é o que almejamos. É pensar em vencer fora de casa para concretizar isso e ir cada vez mais para a parte de cima da tabela", disse o goleiro Sidão.

Apesar de ainda não ter somado três pontos fora do Morumbi, o arqueiro vê de maneira positiva a performance do São Paulo nesta temporada mesmo quando atua como visitante.

"Fora de casa o time tem se comportado bem. Contra o Fluminense, a equipe levou o gol no finalzinho; contra o Bahia, buscamos o empate no fim; contra o Ceará acho que foi o jogo que não fomos tão bem. São alguns detalhes que acertamos para conseguirmos a vitória fora", completou o goleiro.

Um "detalhe" é a finalização. Aguirre já deixou claro que priorizou o trabalho com o sistema defensivo desde que assumiu o comando, em março. O esforço parece render frutos. Único invicto no Campeonato Brasileiro, o São Paulo sofreu cinco gols em seis partidas (sendo apenas dois no Morumbi). Porém, o ataque tem provocado algumas críticas por balançar as redes só sete vezes na competição.

O time até criou mais oportunidades. Por isso, a falta de eficiência na finalização pode explicar tal rendimento. No clássico com o Santos, por exemplo, o Tricolor finalizou 13 vezes ao gol, sendo duas no alvo, incluído o gol. No total da competição, segundo o Footstats, foram apenas 19 finalizações certas do São Paulo,  enquanto o Atlético-MG lidera no quesito com 46 arremates corretos.   

"O mais importante é que a equipe está criando bem. Antes, o time criava menos. Isso [finalização] a gente vai aperfeiçoando e a melhora será gradativa", disse Diego Souza, que balançou as redes em todas as últimas três partidas que disputou e é o artilheiro do time na temporada com seis gols.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos