Clube fica "pistola" em Twitter da Série D e detona CBF: 900 desempregados

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Assessoria de Imprensa MFC

    Maringá se classificou para a etapa eliminatória na Série D, mas diretor questionou calendário da CBF

    Maringá se classificou para a etapa eliminatória na Série D, mas diretor questionou calendário da CBF

Diretor de comunicação do Maringá, clube paranaense que disputa a Série D nessa temporada, Rodrigo Araújo "pistolou" no Twitter enquanto comemorava a vaga do clube para a fase de mata-mata da competição, desabafando contra o calendário da CBF para o futebol brasileiro:

Em contato com o UOL Esporte, Araújo comentou o desabafo. "Você começa a pensar: e se não der certo a classificação? Se ficarmos de fora? E aí fui pensando em todas as equipes, nos atletas que não tem contrato por um, dois anos. Equipes que estão na Série D e não estão em nenhum campeonato e tem contratos por competição. Eu estava ali pensando no jogo, no conteúdo, mas e se perdesse? A maioria fica sem emprego", projetou.

O Maringá empatou com a Caldense-MG em 1 a 1 e ficou com a segunda posição do Grupo A14, atrás do Linense-SP, e agora vai encarar o Caxias-RS, campeão do grupo A15 – o time paulista encara o Inter de Lages-SC. Outras 28 equipes também se qualificaram em todo o Brasil para esta nova etapa, que irá em formato eliminatório até que se conheçam os quatro melhores. Entre os classificados estão o América-RN, que disputou a Série A pela última vez em 2007 e o Campinense-PB, campeão da Copa do Nordeste em 2013 e vice em 2016.

O formato da Série D regionaliza a disputa por duas eliminatórias, com 32 e 16 equipes. Na fase de quartas de final, o emparceiramento muda e passa a considerar a soma geral de pontos para definir os confrontos quando, já com oito times restantes. O formato também foi questionado pelo diretor. "É algo que já é debatido há tempos, a mudança da Série D, da Série C, até pela quantidade de equipes que temos no futebol brasileiro", disse Araújo, que mostrou satisfação com a repercussão da postagem: "Não imaginava uma repercussão tão grande assim, até por que o Twitter do time é novo, nem temos tantos seguidores. Na verdade, ganhamos muitos ontem", comemorou, "Mas foi algo bem espontâneo. E a quantidade de pessoas que abraçaram a causa e viram o quanto está errado o futebol brasileiro".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos