Marcos diz que se expressou mal sobre polêmica "Palmeiras não tem Mundial"

Bruno Freitas

Do UOL, em São Paulo

Poucas coisas engajam mais os palmeirenses nas redes sociais do que os debates sobre o título mundial de 1951. Mesmo com a chancela da Fifa, a validade da conquista da Copa Rio ainda inspira provocações entre os torcedores do time e seus rivais. Recentemente, o ídolo Marcos acabou envolvido na questão, ao manifestar que "o Palmeiras não tem Mundial".

A declaração em questão foi proferida em uma entrevista ao canal Desimpedidos, no YouTube, em março passado. Dias depois, após reclamações de torcedores palmeirenses, o goleiro teve que recorrer a suas redes sociais para explicar como enxergava a questão.

"O Mundial era um jogo, velho. Errei bem ali, e o Palmeiras não tem Mundial por minha causa mesmo", afirmou Marcos ao canal, em menção à falha individual na partida contra o Manchester United na decisão do Interclubes de 1999, no Japão.

Em entrevista ao UOL na última semana, o ex-goleiro comentou o caso e fez uma espécie de mea culpa, afirmando que talvez não tenha se expressado da melhor maneira.

Reprodução
Capa de "A Gazeta Esportiva" que noticia o título mundial do Palmeiras em 1951

"O pessoal ficou muito bravo comigo. Também, a forma que eu dei a entrevista, depois eu assisti lá, foi uma forma meio arrogante. Eu poderia ter falado a mesma coisa, mas de uma forma diferente. Ficou parecendo mesmo que eu não respeitava a história do Palmeiras", disse o ex-goleiro.

"Eu até aproveito a oportunidade para pedir desculpa. Sou um cara que respeita muito a história do Palmeiras. Eu sei que o título mundial de 51 era considerado o Mundial da época, que tinha a chancela da Fifa", acrescentou.

Para o ídolo campeão da Libertadores de 1999, somente uma conquista no modelo atual do Mundial acabará com as gozações dos adversários.

"O palmeirense ficou bravo comigo: 'pô, agora os corintianos ficam zoando a gente, que você falou que a gente não tem Mundial'. Se eu falasse que tem Mundial, os caras iriam parar de zoar? Os caras iriam zoar do mesmo jeito. Até peço desculpas. Respeito demais a história do Palmeiras, respeito demais a história dos jogadores que conseguiram esse Mundial de 51", declarou.

"A única coisa que eu quis dizer é que a gente espera um Mundial desse aí (no formato atual, com organização da Fifa). É esse aí que vai acabar com as piadinhas do WhatsApp que a gente recebe todo dia", concluiu.

Confira abaixo o vídeo da explicação de Marcos na época do episódio: 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos