Fazenda espanhola rejeita proposta de CR7 para encerrar investigação fiscal

Do UOL, em São Paulo

  • Benjamin Cremel/AFP

    Cristiano Ronaldo propôs um acordo para não ir à prisão

    Cristiano Ronaldo propôs um acordo para não ir à prisão

De acordo com informações do jornal espanhol "As", a Fazenda espanhola recusou a proposta de Cristiano Ronaldo para encerrar as investigações fiscais e acabar com o risco de prisão. O jogador português ofereceu 14 milhões de euros (R$ 61 milhões de acordo com a cotação atual) à Fazenda espanhola.

A Fazenda pede que Cristiano Ronaldo assuma o crime fiscal, além de multas, custos e juros. Tais fatores totalizam cerca de 28 milhões de euros, segundo o "As".

O jogador do Real Madrid, portanto, estaria disposto a assumir a responsabilidade pelo crime fiscal, desde que a Fazenda reduzisse as suas pretensões econômicas.

O acordo ainda incluía uma admissão de Ronaldo e uma pequena sentença que não o levaria a prisão. O valor a ser pago corresponde à metade do cobrado pela Fazenda espanhola inicialmente.

Além disso, o acordo previa que os funcionários do estafe do astro português não fossem acusados de cumplicidade no crime.

O valor a ser pago corresponde às declarações de Ronaldo feitas de 2011 a 2013. O possível acordo não impede que a Fazenda continue cobrando quantias referentes a 2014 de maneira administrativa.

Se não chegar a um acordo, Ronaldo pode ir a julgamento correndo risco de ser preso, além de ser submetido a multas de até 100 milhões de euros (aproximadamente R$ 405,8 milhões).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos