Greve dos caminhoneiros faz TJD adiar julgamento de diretor do Palmeiras

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • Rodrigo Corsi/FPF

    Olim, presidente do TJD, com Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista

    Olim, presidente do TJD, com Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista

Por deliberação do presidente Antônio Olim, o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) adiou para a próxima semana todos os julgamentos que estavam previstos para acontecer na sessão da última segunda-feira. O motivo foi a dificuldade de transporte no estado causada pela greve dos caminhoneiros. Todos os casos serão avaliados na próxima segunda, 4 de junho, incluindo o do diretor jurídico palmeirense Alexandre Zanotta, denunciado por declarações críticas ao TJD. O dia, aliás, promete ser intenso no tribunal, que também vai avaliar o recurso do Palmeiras contra a decisão de Olim de arquivar, sem julgamento do mérito, o pedido de impugnação sobre a final do Campeonato Paulista.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos