Jornal coloca Pochettino como favorito do Real; Wenger e Klopp são citados

Do UOL, com informações do Lancepress!

  • Michael Steele/Getty Images

    Mauricio Pochettino recentemente renovou com o Tottenham

    Mauricio Pochettino recentemente renovou com o Tottenham

A saída de Zinedine Zidane do Real Madrid pegou até o presidente Florentino Pérez de surpresa, mas os principais jornais espanhóis já elencaram os favoritos para sucedê-lo no cargo.  De acordo com o diário "Marca",  o nome do argentino Mauricio Pochettino, que renovou o seu contrato com o Tottenham até 2023, é o favorito da direção merengue.

O jornal "Marca" relembrou uma notícia publicada no início deste mês de que o treinador deixou apalavrado com o presidente Daniel Levy que poderia sair do Tottenham caso receba convite de dois clubes: Real Madrid e PSG.

De acordo com o jornal, essa brecha no novo acordo de Pochettino com o Tottenham pode abrir caminho para uma investida do Real Madrid, uma vez que o argentino é admirado por Florentino Pérez.

Recentemente, Pochettino chegou a afirmar que jamais trabalharia no Barcelona, eterno rival do Real Madrid. Isso porque ele tem forte ligação com o Espanyol, por ter jogado no clube da Catalunha.

Quando publicou a notícia pela primeira vez, no começo de maio, o "Marca" ressaltou que a admiração de Florentino por Pochettino significava uma possibilidade a médio prazo, já que era esperada a continuidade de Zidane.

AS cita outros nomes

Apesar de parecer prematura a especulação de substitutos no mesmo dia da saída de Zidane, a imprensa espanhola baseou a lista de candidatos em técnicos que eram os preferidos do Real quando, no começo de 2018, ganhou força a possibilidade de o francês deixar o clube ao final da temporada diante da instabilidade apresentada em campo. O time se recuperou, embalou na Liga dos Campeões e tudo levava a crer que Zidane ficaria, o que acabou não acontecendo.

Assim, outro jornal esportivo espanhol, o "AS", diz que, além de Mauricio Pochettino, Joachim Löw, Jurgen Klopp, Arséne Wenger e Guti são as outras opções da diretoria. Entre estes, Low e Klopp são possibilidades mais distantes, já que eles têm contratos longos respectivamente com seleção alemã e Liverppol.

Wenger, por sua vez, ainda está sem clube desde que deixou o Arsenal ao final da temporada. Já Guti seria uma opção cadeira, já que ele atualmente trabalha nas categorias de base do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos