Topo

Futebol


Jornal coloca Pochettino como favorito do Real; Wenger e Klopp são citados

Michael Steele/Getty Images
Mauricio Pochettino recentemente renovou com o Tottenham Imagem: Michael Steele/Getty Images

Do UOL, com informações do Lancepress!

2018-05-31T12:12:20

31/05/2018 12h12

A saída de Zinedine Zidane do Real Madrid pegou até o presidente Florentino Pérez de surpresa, mas os principais jornais espanhóis já elencaram os favoritos para sucedê-lo no cargo.  De acordo com o diário "Marca",  o nome do argentino Mauricio Pochettino, que renovou o seu contrato com o Tottenham até 2023, é o favorito da direção merengue.

O jornal "Marca" relembrou uma notícia publicada no início deste mês de que o treinador deixou apalavrado com o presidente Daniel Levy que poderia sair do Tottenham caso receba convite de dois clubes: Real Madrid e PSG.

De acordo com o jornal, essa brecha no novo acordo de Pochettino com o Tottenham pode abrir caminho para uma investida do Real Madrid, uma vez que o argentino é admirado por Florentino Pérez.

Recentemente, Pochettino chegou a afirmar que jamais trabalharia no Barcelona, eterno rival do Real Madrid. Isso porque ele tem forte ligação com o Espanyol, por ter jogado no clube da Catalunha.

Quando publicou a notícia pela primeira vez, no começo de maio, o "Marca" ressaltou que a admiração de Florentino por Pochettino significava uma possibilidade a médio prazo, já que era esperada a continuidade de Zidane.

AS cita outros nomes

Apesar de parecer prematura a especulação de substitutos no mesmo dia da saída de Zidane, a imprensa espanhola baseou a lista de candidatos em técnicos que eram os preferidos do Real quando, no começo de 2018, ganhou força a possibilidade de o francês deixar o clube ao final da temporada diante da instabilidade apresentada em campo. O time se recuperou, embalou na Liga dos Campeões e tudo levava a crer que Zidane ficaria, o que acabou não acontecendo.

Assim, outro jornal esportivo espanhol, o "AS", diz que, além de Mauricio Pochettino, Joachim Löw, Jurgen Klopp, Arséne Wenger e Guti são as outras opções da diretoria. Entre estes, Low e Klopp são possibilidades mais distantes, já que eles têm contratos longos respectivamente com seleção alemã e Liverppol.

Wenger, por sua vez, ainda está sem clube desde que deixou o Arsenal ao final da temporada. Já Guti seria uma opção cadeira, já que ele atualmente trabalha nas categorias de base do clube.

Mais Futebol