Corinthians sofre com lesões e vê elenco em xeque após outro revés com Loss

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Mais uma derrota sob o comando de Osmar Loss, dessa vez para o Flamengo no Maracanã, fez o Corinthians voltar a ser visto com desconfiança. Em meio a série de resultados ruins da equipe alvinegra, o elenco corintiano também voltou a ser colocado em xeque.

No revés para o Flamengo, o Corinthians se viu novamente com o "cobertor curto" depois de outro jogador enfrentar problemas físicos. A bola da vez foi Jadson, que sentiu dores na coxa direita ainda no primeiro tempo da partida. O camisa 10, assim, pode engrossar uma lista que já é extensa. Neste domingo, Loss não pôde contar com Ralf, Renê Júnior, Clayson, Romero, Emerson Sheik, Danilo e Bruno Xavier, todos em recuperação.

Com poucas opções no banco de reservas para a vaga de Jadson no meio-campo e até para o lado do campo, Loss optou pela entrada de Roger e modificou, assim, o esquema tático corintiano, passando do 4-2-4 para o 4-2-3-1, com o centroavante na referência e uma linha de três jogadores mais atrás.

Thiago Ribeiro/AGIF
Jadson sentiu dores na coxa direita e pode desfalcar o Corinthians contra o Santos

Depois de mais uma derrota à frente do time, Loss admitiu em entrevista coletiva que a mudança pode ter "gerado algumas inconstâncias no jogo" corintiano, já que a equipe está mais habituada a atuar no 4-2-4.

"O Jadson vem em um grande momento, vem jogando muita bola, tivemos de alterar a situação de jogo aplicado para essa partida. Uma mudança pode abrir margem para melhorar ou piorar. Acho que mantivemos o equilíbrio, com um jogador mais avançado, que é Roger. Mas nós estamos mais adaptados a jogar na formação que estava com o Jadson", explicou o treinador, que via um cenário positivo para o Corinthians até a saída do camisa 10.

"Minha impressão é que a gente tinha uma superioridade numérica no meio de campo e conseguia circular no espeço das entrelinhas do Flamengo, circulamos muitas bolas por ali na primeira etapa. O Jadson é um meia organizador. O Roger é um centroavante. A gente teve de tomar uma decisão em função de uma necessidade", disse o técnico do Corinthians.

Na etapa final, Loss sacou Pedrinho aos 29 minutos para colocar Marquinhos Gabriel - além dele, Júnior Dutra também poderia atuar pelo lado do campo. Em seguida, Kazim voltou a atuar pelo Corinthians na vaga do volante Gabriel.

O centroavante Matheus Matias, no banco de reservas, dessa forma, não estreou com a camisa corintiana - o jogador que se destacou no ABC foi contratado em fevereiro como uma aposta, assim como a dupla Thiaguinho e Bruno Xavier, ex-Nacional, que também ainda não recebeu nenhuma oportunidade.

Thiago Ribeiro/AGIF
Roger entrou em campo ainda na etapa inicial, depois que Jadson sentiu dores na coxa

O Corinthians agora terá o Santos pela frente, em clássico válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Romero tem chance de voltar ao time depois de sofrer um estiramento muscular contra o Inter. Jadson, por sua vez, passará por exames nesta segunda-feira.

A ideia do Corinthians é se manter perto dos líderes do Brasileirão até a parada da Copa do Mundo, quando o time terá tempo para se adaptar ao estilo de Loss com o retorno de todos os jogadores lesionados. Hoje, a equipe alvinegra, oitava colocada, está a seis pontos do líder Flamengo e a apenas dois de Grêmio, Cruzeiro e São Paulo. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos