Pedro Rocha pede para ser emprestado, e Cruzeiro espera resposta do Spartak

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Ricardo Rimoli/AGIF

    Pedro Rocha negocia liberação do Spartak e quer jogar pelo Cruzeiro

    Pedro Rocha negocia liberação do Spartak e quer jogar pelo Cruzeiro

O Cruzeiro ganhou um forte aliado na tentativa de repatriar Pedro Rocha: o próprio jogador. Ele pediu ao Spartak Moscou, da Rússia, a liberação por empréstimo ao clube mineiro.

Com uma passagem ainda sem sucesso na Europa, o atacante vê a volta ao Brasil como uma chance de recolocar a carreira nos trilhos. A possibilidade de faturar a Copa Libertadores da América pelos mineiros também é outro aspecto que atrai o jogador de 23 anos.

Representado na negociação por Hamilton Bernard, agente do atleta, o Cruzeiro enviou uma oferta de empréstimo até junho de 2019 e aguarda uma definição dos russos sobre o futuro de Pedro Rocha.

Pessoas ligadas ao negócio esperam dificuldade em relação à liberação do atacante. O valor pago para tirá-lo do Grêmio - 12 milhões de euros (R$ 45,2 mi à época) - faz com que o Spartak o considere um nome importante no plantel.

Os russos ainda creem que Pedro Rocha pode apresentar um futebol semelhante ao do período em que defendeu as cores do clube gaúcho. Na Rússia, ele fez 14 jogos e marcou apenas um gol. Ele se mudou para o país em agosto do ano passado.

O Cruzeiro estuda a busca por Pedro Rocha há algum tempo, mas se decidiu sobre o caso somente no dia seguindo ao empate em 1 a 1 com o Vasco no Mineirão. A contratação do atleta foi avalizada por Mano Menezes e Itair Machado, vice de futebol do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos