Topo

Futebol


Pedida de Dorival Jr. assusta o Flu, que avalia nomes "menos cotados"

Daniel Vorley/AGIF
Dorival é o nome preferido da cúpula tricolor Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

2018-06-19T12:15:59

19/06/2018 12h15

Com o “não” de Zé Ricardo para suceder Abel Braga no comando do Fluminense, a cúpula do clube elegeu Dorival Jr. como o alvo preferencial para o cargo. Sem trabalhar desde que foi demitido do São Paulo, o treinador, no entanto, tem de abaixar sua pedida salarial caso queira acertar. Os tricolores já fizeram oferta ao técnico, mas não chegaram nos valores pretendidos.

Com a economia feita com a saída de Abel, o Flu não quer gastar tanto com o novo comandante, já que o antigo dono do cargo recebia algo em torno de R$ 500 mil, quantia considerada fora dos padrões atuais do clube. A assessoria do técnico, por sua vez, afirma que questões salariais não entraram em pauta até o momento.

Diante do cenário escasso de opções, o Fluminense vai insistir em Dorival Jr. até o fim, mas analisa duas opções oferecidas ao clube:  Guto Ferreira (ex- Bahia) e Marcelo Cabo (ex-Atlético-GO). Os nomes, contudo, não encontram consenso.

Na mira do Tricolor, Dorival Jr. tem boa aceitação nas Laranjeiras. Ele estava no comando do time quando os tricolores caíram para a Série B em 2013 (rebaixamento não consumado após a comprovação de escalação irregular de Héverton, da Portuguesa), mas o seu trabalho foi muito bem avaliado à época.

Dorival chegou no clube com o Flu em situação delicadíssima no Brasileiro daquele ano e conseguiu bons resultados. Na reta final da competição daquele ano, ele foi contratado para comandar a equipe nos últimos cinco jogos, conquistando 10 pontos de 15 disputados.

A direção corre para anunciar o novo treinador até o retorno da equipe do recesso da Copa do Mundo, marcado para o dia 26. Novo diretor executivo de futebol do clube, Paulo Angioni, que ainda sequer foi anunciado, lidera as negociações.

Mais Futebol