Topo

Futebol


Árabes sondam Maicosuel, e São Paulo não trava saída do jogador

Érico Leonan/saopaulofc.net
Maicosuel não deve ser utilizado pelo São Paulo no segundo semestre Imagem: Érico Leonan/saopaulofc.net

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

2018-06-23T04:00:00

23/06/2018 04h00

Maicosuel não deve, mesmo, permanecer no São Paulo. Nesta semana, os representantes do jogador se reuniram com o diretor executivo de futebol do clube, Raí, para discutir o futuro do meia-atacante, que retornou de empréstimo para o Grêmio. Na conversa, foi abordado o interesse de equipes da Arábia Saudita e de outros países do exterior no atleta, e o Tricolor o liberou para acertar sua transferência.

Apesar de os dirigentes são-paulinos avaliarem de maneira positiva a qualidade técnica de Maicosuel, o seu desempenho nos últimos meses foi abaixo do esperado. No Tricolor, no ano passado, ele sofreu por conta de lesões - principalmente para se recuperar de um desequilíbrio muscular - e disputou apenas nove partidas, fazendo um gol.

Neste ano, acertou o empréstimo para o Grêmio. Porém, com receio de algum problema físico do jogador, os gaúchos fecharam contrato de seis meses, com a possibilidade de renová-lo por mais seis. Nesta primeira etapa, o São Paulo ficaria responsável pelo pagamento dos salários e, caso ele permanecesse no Rio Grande do Sul, o Grêmio assumiria o pagamento no segundo semestre. 

No entanto, Maicosuel não convenceu os dirigentes do Grêmio, e o clube gaúcho resolveu devolvê-lo ao São Paulo. 

Os representantes do jogador também avaliam que o momento, com o mercado internacional aquecido, é mais propício para a transferência para o exterior. Aos 32 anos, o atleta acumula passagens também por Cruzeiro, Botafogo, Palmeiras, Atlético-MG, Hoffenheim, da Alemanha, Udinese, da Itália, e Al Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos. 

Em junho de 2017, Maicosuel assinou contrato de três temporadas com o São Paulo. Na época, a equipe era treinada por Rogério Ceni, e o departamento de futebol era comandado por Vinícius Pinotti.

Mais Futebol