Com pressa para definir novo técnico, Sporting volta a procurar Cuca

Marcus Alves e Napoleão de Almeida

Do UOL, em Lisboa (POR) e São Paulo

  • ALE FRATA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

    Cuca em ação durante jogo do Palmeiras contra o Bahia

    Cuca em ação durante jogo do Palmeiras contra o Bahia

O técnico Cuca voltou a ser procurado pelo Sporting, que avisou que tem pressa e pretende fechar com um novo comandante até o começo da próxima semana.

Na última quarta-feira, 27, o time português rompeu contrato com o sérvio Sinisa Mihajlovic logo após ele se apresentar para iniciar a pré-temporada em Lisboa. O treinador havia sido escolha do ex-presidente Bruno de Carvalho, destituído do cargo em assembleia geral. A decisão obrigará o clube a desembolsar ao redor de 300 mil euros (R$ 1,3 milhão) em multa.

Pessoas ligadas a Cuca confirmaram ao UOL Esporte que as conversas com o Sporting voltaram a esquentar após consulta inicial, mas pregam cautela e ressaltam que ainda faltam detalhes para assinatura.

Os detalhes foram intermediados pelo representante do treinador, Eduardo Uram, que esteve recentemente em viagem pela Europa para cuidar do futuro do brasileiro e de seus demais clientes.

Eles definiram como objetivo que o treinador volte ao mercado ao fim da Copa do Mundo.

No momento, Cuca se encontra em Moscou, na Rússia, e estreou nesta semana como comentarista do SporTV, ao lado de Seedorf e Petkovic no programa Seleção Copa. O seu contrato com a Globosat não prevê qualquer multa para liberação em caso de proposta de uma equipe.

A sua família também o acompanha na viagem.

Procurado pela reportagem, Cuca não negou o diálogo com o Sporting.

"Não tenho nada acertado ainda", se limitou a dizer, na manhã dessa quinta-feira, em troca de mensagens.

Em caso de acerto, ele teria a companhia no time de Alvalade dos compatriotas Bruno César, Mattheus Oliveira, Matheus Pereira e Douglas. Nem todos têm continuidade assegurada em Alcochete, no entanto.

Os interlocutores que trabalham em nome do Sporting no mercado para encontrar um substituto para o português Jorge Jesus, que se transferiu para o Al Hilal, também confirmam a procura por Cuca. Porém, deixam claro que as conversas estão acontecendo em mais de uma frente.

A vinda de um treinador é considerada prioridade no clube, que atravessa caos político após o ataque de marginais em seu centro de treinamento e a rescisão unilateral de contrato de seus principais jogadores por meio da Justiça. Entre os que deixaram o Sport, estão Rui Patrício e William Carvalho, titulares da seleção portuguesa na Copa do Mundo.

Sousa Cintra, que está à frente de sua cúpula neste momento, deu apenas uma pista sobre o futuro comandante.

"Os sportinguistas vão gostar", disse, em entrevista coletiva.

A comissão de gestão tentar juntar os cacos da crise até as novas eleições presidenciais, previstas para o dia 8 de setembro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos