Coritiba anuncia rescisão com Kléber, que fica livre no mercado

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • DANIEL CASTELANO/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO

    Kléber e Coritiba encerraram seus vínculos após acordo de dispensa

    Kléber e Coritiba encerraram seus vínculos após acordo de dispensa

O Coritiba anunciou nesta terça-feira (03) a rescisão de contrato com o atacante Kléber Gladiador, cujo vínculo iria até dezembro deste ano. A negociação envolveu o parcelamento do restante dos salários que o atleta teria a receber no período – algo em torno de 1,2 milhão de reais. O prazo foi ampliado em mais de dois anos, de acordo com uma fonte consultada pelo UOL Esporte, que no entanto preferiu não confirmar exatamente o número de parcelas.

O acordo, entretanto, não contemplou um pedido do Coxa: de que caso Kléber assine com outra equipe ele abra mão dos vencimentos. O jogador se recusou a aceitar a cláusula. Habitualmente, se o contrato fosse mantido, qualquer interessado no jogador teria de indenizar o Coxa para leva-lo. Como o Coritiba entendia que não poderia mais manter Kléber no elenco e precisava de fluxo de caixa, acabou cedendo. Kléber foi afastado pela atual diretoria por indisciplina, embora o tema nunca tenha sido tratado publicamente.

Contratado em 2015, o "Gladiador" passou pelo Coxa de forma irregular, com altos e baixos. Ele fez 91 jogos pelo clube, com 41 gols marcados. Disputou seis jogos e marcou um gol em 2018. No período, foi campeão paranaense em 2017, quando também foi o artilheiro da competição. Entre lesões e suspensões, acabou deixando o time na mão na reta final do Brasileirão 2017, quando o Coxa foi rebaixado. Ele havia cuspido no zagueiro Edson, do Bahia, e levou 14 jogos de suspensão. Kléber tem 34 anos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos