Sampaio Corrêa segura o Bahia na Fonte Nova e conquista a Copa do Nordeste

Diego Salgado*

Do UOL, em Salvador

  • Romildo de Jesus/Estadão Conteúdo

    Sampaio Corrêa empatou com o Bahia em Salvador e levantou o troféu de forma inédita

    Sampaio Corrêa empatou com o Bahia em Salvador e levantou o troféu de forma inédita

A torcida do Bahia fez uma imensa festa na Fonte Nova, mas saiu frustrada. O Sampaio Corrêa segurou o time tricolor em Salvador, arrancou um empate sem gols e conquistou o título da Copa do Nordeste. É a primeira conquista de uma equipe maranhense na competição - já o Bahia busca o tetracampeonato, o segundo troféu consecutivo.

Em busca da virada depois de perder o primeiro jogo por 1 a 0 e empurrado por mais de 45 mil pessoas presentes à Fonte Nova, o Bahia atacou o Sampaio Corrêa desde os primeiros minutos. A equipe baiana, porém, encontrou muitas dificuldades em entrar na área do Sampaio Corrêa com a bola no chão.

Na melhor oportunidade do primeiro tempo, depois de o Bahia recorrer às jogadas aéreas, Zé Rafael recebeu livre na área, bateu cruzado e viu o goleiro Andrey salvar o time maranhense.

Na etapa final, o Bahia voltou com a mesma postura ofensiva, mas novamente finalizou pouco ao gol. Com pouca posse de bola e encurralado no campo de defesa, o Sampaio Corrêa começou a parar o jogo com faltas. Com isso, a equipe do técnico Roberto Fonseca ficou com seis jogadores pendurados antes dos 30 minutos da etapa final.

No fim, o atacante Uillian Barros foi expulso de campo. Nos acréscimos, Júnior Brumado, que entrou no lugar de Élber, teve a bola do jogo nos pés, mas viu o goleiro do Sampaio Corrêa espalmar para escanteio. 

Para conquistar o título inédito, o Sampaio Corrêa eliminou o Vitória nas quartas de final, depois de abrir 3 a 0 no Estádio Castelão e segurar um empate sem gols no Barradão. A vaga na final foi conquistada diante do ABC e com roteiro parecido: triunfo por 1 a 0 no Maranhão e 1 a 1 em Natal. Na primeira fase, a equipe maranhense garantiu vaga no mata-mata depois de ficar em segundo lugar no Grupo D, quatro pontos atrás do Ceará.

O Sampaio Corrêa agora busca a recuperação na Série B do Campeonato Brasileiro. O time é o 16º colocado, com 15 pontos e um jogo a menos. Na próxima sexta-feira, a equipe vai a Maceió enfrentar o CSA pela 15ª rodada. O Bahia, por sua vez, está na zona de rebaixamento do Brasileirão, com 12 pontos. O tricolor mede forças com a Chapecoense na quinta-feira que vem, pela 13ª rodada.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 0 x 0 SAMPAIO CORRÊA

Data: 7 de julho de 2018, sábado
Horário: 17h45 (de Brasília)
Competição: Copa do Nordeste (2ª final)
Local: Fonte Nova, em Salvador (BA)
Público: 45.378 presentes (total: 45.473)
Renda: R$ 1.598.952,00 
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Auxiliares: Jean Márcio dos Santos e Vinicius Melo de Lima (ambos do RN)
Cartões amarelos: Gregore, Vinícius e Anderson (Bahia); Uillian Barros, Fernando Sobral, Joécio, Danielzinho, Maracás e Willian Oliveira (Sampaio Corrêa)
Cartão vermelho: Uillian Barros

BAHIA: Anderson; Flávio (Vinícius), Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Élber (Júnior Brumado), Zé Rafael e Régis; Edigar Junio. Técnico: Enderson Moreira.

SAMPAIO CORRÊA: Andrey; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson; Willian Oliveira, Diego Silva (Silva), Fernando Sobral, Danielzinho (Rodrigo Fumaça) e João Paulo; Uillian Barros. Técnico: Roberto Fonseca.

* O repórter viajou a Salvador a convite do Esporte Interativo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos