Santos oficializa a contratação de costarriquenho que jogou a Copa do Mundo

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Anton Vaganov/REUTERS

    Meia Bryan Ruiz assinou contrato até o fim de 2020 com o clube paulista

    Meia Bryan Ruiz assinou contrato até o fim de 2020 com o clube paulista

O meia Bryan Ruiz, que disputou a Copa do Mundo, da Rússia, como camisa 10 e capitão da seleção da Costa Rica, assinou contrato com o Santos no início da tarde desta quarta-feira, na Vila Belmiro. O UOL Esporte revelou com exclusividade nesta terça que o jogador havia sido aprovado nos exames médicos e assinaria seu vínculo nesta quarta. O vínculo terá duração até o fim de 2020.

O costarriquenho de 32 anos encarou dois dias de exames - segunda e terça-feira - em São Paulo antes de assinar contrato com o alvinegro praiano. O meia, que encerrou seu vínculo com o Sporting, de Portugal, no início deste mês, não possui histórico de graves lesões e foi aprovado com "louvor" pelo departamento médico do clube.

O estafe do jogador chegou da Inglaterra na última terça-feira para "bater" os últimos detalhes do contrato com a diretoria santista.

O costarriquenho receberá pouco menos de R$ 400 mil de salário mensal no Santos, mas com luvas parceladas e impostos, o jogador deve custar aproximadamente R$ 600 mil mensais aos cofres do clube paulista.

Com Bryan Ruiz, a cúpula santista enfim espera resolver o problema do setor mais carente do elenco: meia-armador. Desde que Lucas Lima deixou o clube após o término de seu contrato para assinar com o Palmeiras, o Santos não encontrou um jogador para a posição. As opções internas não resolveram: casos de Vecchio, Jean Mota, Léo Cittadini e outros.

O meia da Costa Rica já negociou com o Santos em duas oportunidades antes de chegar um acordo nesta semana. No início desta temporada ele conversou com a cúpula santista, mas divergências entre o presidente do clube, José Carlos Peres, e o diretor executivo de futebol, Gustavo Vieira, demitido após quatro meses de trabalho, inviabilizaram a contratação do jogador.

A segunda conversa ocorreu pouco antes da Copa do Mundo, mas Bryan Ruiz recusou uma proposta santista alegando que pretendia permanecer na Europa.

Bryan Ruiz fez questão de vestir a camisa do clube em 2014, durante a disputa da Copa do Mundo no Brasil, para demonstrar gratidão pelo clube e pela cidade litorânea. Na época da campanha histórica do país, a Costa Rica ficou alojada em Santos e realizou parte de seus treinamentos na Vila Belmiro.

O Santos pretende contratar um volante, dois meias e um centroavante durante esta janela de transferências internacional. Apesar de muitas tentativas, a diretoria santista contratou somente três reforços, além de Bryan Ruiz: os atacantes Eduardo Sasha e Gabigol e o lateral esquerdo Dodô. Os dois últimos ficarão no clube por empréstimo até o fim deste ano. Já Sasha foi comprado em definitivo em negociação envolvendo a ida de Zeca para o Internacional.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos