Saídas de Riascos, Erazo e Wellington enxugam folha salarial do Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • REUTERS/Washington Alves

    Volante Wellington foi emprestado para o Atlético-PR até o fim do ano

    Volante Wellington foi emprestado para o Atlético-PR até o fim do ano

Ainda em dificuldades financeiras, a diretoria do Vasco tenta implantar política de austeridade financeira, e o reflexo desta postura já se reflete na equipe profissional. Com as saídas recentes de Riascos, Erazo e Wellington, jogadores de salários altos, o clube conseguiu reduzir sua folha salarial do plantel, que era de cerca de R$ 6 milhões.

A economia é de cerca de R$ 500 mil na soma dos salários do trio. A quantia leva em consideração que com Wellington o Vasco ainda vai pagar uma parte do salário, já que o volante foi apenas emprestado ao Atlético-PR.

Nessa balança, porém, houve o aumento salarial do atacante Andrés Rios para que o argentino pudesse renovar seu contrato. Estima-se que seja algo em torno de R$ 50 mil a mais.

No início do ano, o clube já havia reduzido sua folha em cerca de R$ 1 milhão com as saídas de Luis Fabiano, Nenê e Anderson Martins.

O Vasco ainda procura no mercado dois atacantes, sendo um centroavante e outro que jogue pelos lados do campo. Além disso, aguarda a aprovação nos exames médicos para anunciar o zagueiro colombiano Henriquez, ex-Sport.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos