Topo

Esporte


Gol de falta em amistoso aumenta expectativa por fim de jejum no Palmeiras

Divulgação/Twitter/Avanti Palmeiras
Bruno Henrique comemora gol de falta em amistoso contra a Alajuelense Imagem: Divulgação/Twitter/Avanti Palmeiras

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

2018-07-17T04:00:00

17/07/2018 04h00

Quando o Palmeiras entrar em campo para enfrentar o Santos nesta quinta-feira (19), no Pacaembu, já serão 1.237 dias sem que a torcida alviverde tenha comemorado um gol de falta em um jogo oficial. A expectativa, porém, é que esse jejum termine logo. Depois de Bruno Henrique balançar a rede em uma cobrança direta no amistoso contra a Alajuelense, em 8 de julho, o elenco se animou com a possibilidade de repetir o feito no clássico válido pelo Campeonato Brasileiro.

Diante dos costarriquenhos, Bruno Henrique aproveitou uma falta na entrada da área e chutou forte, seco, no canto do goleiro, que não reagiu a tempo. O último gol de falta do Palmeiras antes desse havia sido em fevereiro de 2015, quando Robinho fez contra o Capivariano pelo Campeonato Paulista.

"Fiquei bem feliz, treino bastante esse tipo de jogada. Tanto falta quanto finalizações de fora da área. Vou continuar treinando para, quem sabe, fazer um gol importante. Quem sabe em um clássico. Fiquei bem feliz de ter quebrado esse tabu", disse o volante palmeirense.

Apesar de ter feito o gol no amistoso, Bruno Henrique não está garantido como batedor oficial do Palmeiras. O volante afirmou que, dependendo da posição da falta, ele pode revezar com Lucas Lima, Hyoran e Gustavo Scarpa, que serão titulares diante do Santos. Todos têm treinado o fundamento.

A volta de Scarpa, aliás, é mais um ingrediente que faz subir a ansiedade da torcida, já que a batida na bola parada é uma de suas especialidades. Há quatro meses sem fazer um jogo oficial, o meia vem treinando bem e tem demonstrado qualidade nas finalizações de fora da área. A aposta interna é que ele se firme no time titular como substituto de Keno, vendido ao Pyramids, do Egito, por R$ 37 milhões.

Em sexto lugar no Brasileiro, oito pontos atrás do líder Flamengo, o Palmeiras precisa da vitória contra o Santos para se reaproximar dos primeiros colocados. E se o resultado vier com gol de falta, terá um gosto ainda mais especial.

Mais Esporte