Neymar se apega ao filho e mostra "perfil família" contra imagem arranhada

José Edgar de Matos*

Do UOL, em Praia Grande (SP)

  • AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL

    Neymar com o filho Davi Lucca durante evento em seu instituto beneficente

    Neymar com o filho Davi Lucca durante evento em seu instituto beneficente

Diante das críticas recebidas na Copa do Mundo pelo abuso de simulações e exagero nas faltas recebidas, Neymar recebeu carinho de crianças e estrangeiros neste sábado, durante o evento Neymar Jr's Five, em Praia Grande, litoral de São Paulo. Durante a aparição pública no instituto que leva o seu nome, o atacante permaneceu quase todo o tempo ao lado do filho Davi Lucca, que até "estreou" nos gramados diante do público.

Neymar promete aguentar as críticas: "Tenho filho, não posso ficar triste"
Em meio a críticas, Neymar é tietado por crianças e estrangeiros

O menino vestiu uma camisa da seleção brasileira sem personalização e acompanhou com o pai a fase final das competições mista e feminina. Era comum ver Neymar fazer observações sobre a partida com o filho, que, no entanto, teve um momento de protagonismo no último jogo do dia, envolvendo os vencedores do leilão beneficente do jogador.

Davi Lucca entrou em campo e atuou ao lado do pai. Foi questão de segundos para todas as jogadas ofensivas da equipe de Neymar mirarem o menino, autor de dois gols e uma assistência para o jogador do PSG durante a "estreia" pública no evento deste fim de semana.

A postura "família" de Neymar prosseguiu quase até o fim do dia. O jogador mais caro da história do futebol mundial, inclusive, levou Davi Lucca para ser sabatinado pelos jornalistas na zona mista. Com as mãos no ombro do menino, o craque respondeu até sobre assuntos incômodos como o rótulo de "cai-cai".

Reprodução/Red Bull

A presença de Davi era simbólica. Neymar se apegou à família para minimizar a insatisfação com a eliminação da seleção brasileira na Copa do Mundo. Com o camisa 10 como grande estrela, a equipe de Tite perdeu por 2 a 1 para a Bélgica, ainda na fase quartas de final.

O discurso de apego transcendeu os próprios parentes e serviu como dica para Vinicius Jr. e Rodrygo, dois candidatos a ocupar futuramente o posto de grande estrela do país. O primeiro já está na Espanha, país em que Neymar iniciou a carreira no futebol europeu, para defender o Real Madrid. Já o segundo vai para o clube no ano quem, quando completar 18 anos.

"Falei com os dois, inclusive. Fico muito contente e feliz por serem dois grandes talentos que estão sendo descobertos. Novamente, desejo toda a sorte do mundo e espero que arrebentem. Mas primeiro tem de ter felicidade com a família, para depois pensar no Brasil", declarou.

O recado era claro. Em um tempo no qual a imagem do jogador saiu desgastada com a queda na Copa do Mundo, Neymar procurou mostrar para todos os presentes neste sábado – atletas do evento, patrocinadores, crianças do instituto e imprensa - como a família surge no momento como alicerce para o atleta mais valorizado do futebol mundial.

*o repórter viajou a convite da Red Bull e do Instituto Neymar Jr.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos