Topo

Futebol


Aos 32 anos, David Silva anuncia aposentadoria da seleção espanhola

Jogador conquistou a Eurocopa de 2008 e 2012, além da Copa do Mundo de 2010 - Aitor Alcalde/Getty Images
Jogador conquistou a Eurocopa de 2008 e 2012, além da Copa do Mundo de 2010 Imagem: Aitor Alcalde/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

13/08/2018 13h59

David Silva anunciou nesta segunda-feira (13) seu adeus à seleção espanhola. Aos 32 anos, o meia-atacante do Manchester City divulgou uma mensagem nas redes sociais para comunicar o fim de sua trajetória com a equipe nacional.

“Não é fácil, depois de tudo que vivi, sentar e escrever estas linhas. Foram dias e semanas de reflexão e análise para tomar a decisão de encerrar minha passagem pela seleção espanhola de futebol. Sem dúvida, é uma das escolhas mais difíceis de minha carreira que comunico com gratidão e humildade”, disse David Silva.

“A seleção me deu tudo e me permitiu crescer como jogador e como pessoa desde as categorias de base. Vou-me orgulhoso depois de ter disputado 125 partidas e ter marcado 35 gols com a seleção principal ao longo de uma etapa de 12 anos, onde pudemos levantar uma Copa do Mundo e duas Eurocopas”, acrescentou.

Ao longo de quase 12 anos como atleta da seleção principal da Espanha, David Silva conquistou o título da Copa do Mundo de 2010 e o da Eurocopa nas edições de 2008 e 2012. Além disso, participou da Copa das Confederações de 2009 e 2013, da Euro de 2016 e das Copas do Mundo de 2014 e 2018. Em sua carta, fez questão de homenagear o técnico Luis Aragonés, campeão da Euro 2008, que morreu em 2014 aos 75 anos.

“Vou-me feliz por tudo que consegui, que vivi e que sonhei com uma equipe que será lembrada para sempre, e ponho fim a uma etapa carregado de emoção por todos os momentos que me vêm à memória, como a figura de Luis Aragonés, um maestro a quem jamais esqueceremos”, escreveu o jogador.

“Não posso ir sem ter algumas palavras de gratidão com todos meus companheiros, com os técnicos que confiaram em mim e com os empregados da RFEF (Real Federação Espanhola de Futebol), que se dedicam a fazermos a vida mais simples. Quero agradecer também a toda minha família pelo apoio durante todos estes anos. Sem sua ajuda, nunca teria sido possível fazer parte da grande história da seleção. E, é claro, à torcida que sempre me ofereceu seu apoio e seu respeito cada vez que vesti a camisa da Espanha”, concluiu.

Gracias, suerte y hasta siempre!

Uma publicação compartilhada por David Silva (@david21lva)

em

Mais Futebol