Topo

Futebol


PSG blinda Mbappé e tenta preservar status de principal ídolo a Neymar

REUTERS/Stephane Mahe
Imagem: REUTERS/Stephane Mahe

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

17/08/2018 04h00

A Copa do Mundo conquistada como titular no ataque aos 19 anos deixa Kylian Mbappé com novo peso no Paris Saint-Germain. O atacante chega para a estreia na temporada, neste sábado, diante do Guingamp, pelo Campeonato Francês, como a principal atração. Embora todos no clube se esforcem para manter o status de “o cara” com Neymar.

No PSG, falar com Mbappé é tarefa complicada. O clube avalia que o assédio gigante pode atrapalhar a formação do jogador. A estratégia de manter Neymar como principal referência auxilia o francês a crescer sem deslumbramento, avaliam responsáveis pela comunicação do clube francês.

É Neymar quem domina os banners promocionais de jogos do PSG. Em vídeos e fotos exibidos pelo clube, o camisa 10 também aparece como o destaque. Ele ainda é o responsável pelo maior volume de camisas, ou o jogador protegido pelo treinador alemão Thomas Tuchel. A impressão de que o francês segue como coadjuvante permanece.

"Eu ainda não sei o que esperar dele. Ele tem 19 anos, talento incrível. Não espero ele em termos de gols e assistências. Eu preciso do desenvolvimento e isso será importante para ele e o clube a longo prazo. Existem vários jogadores com problemas de foco depois de grande sucesso. Tem que manter a fome, e isso não é fácil. Fazer o Kylian manter tudo isso como rotina será o mais complicado", comentou Tuchel nesta sexta-feira.

“Eu acho que ano passado ele (Mbappé) já estava dividindo a responsabilidade com a gente também. Não é porque ele ganhou que agora ele tem que ser melhor do que ele foi ano passado. Claro que com a idade ele tem tendência a melhorar, coisas a acrescentar. O lado vitorioso dele depois do Mundial pode trazer coisas novas. A gente está muito feliz com ele, com o que ele fez na Copa do Mundo, e a gente espera que ele possa repetir esse ano também o bom futebol”, disse o capitão do PSG, Thiago Silva.

reprodução/Instagram
Mbappe usa coroa real para definir Neymar Imagem: reprodução/Instagram
O trabalho de seguir reverenciando Neymar também foi feito pelo próprio Mbappé assim que retornou ao clube após a Copa do Mundo. A primeira foto postada em sua conta pessoal do Instagram foi ao lado do brasileiro utilizando uma coroa real como legenda.

A postura do francês foi vista internamente como sinais de humildade e maturidade. Não rivalizar com Neymar na temporada é essencial para um jogador descolado para a ponta direita no PSG justamente pelo fato do brasileiro atuar pela sua posição de origem, a de atacante pela esquerda do campo.

“Hoje em dia os franceses adoram o Mbappé, pois consideram ele maduro e com comportamento dentro e fora de campo irretocável. Mas o Neymar tecnicamente aqui tem status de incontestável. Essa comparação dentro de campo ainda soa desleal”. avaliou Frederic Gouailard, repórter do jornal francês Le Parisien.

Apesar do reconhecimento técnico já é comum encontrar parisienses com a preferência por Mbappé. A falta de ídolos locais corroborou para a o fortalecimento do jogador do PSG.

"O futebol francês dificilmente segura os ídolos locais. Mas o PSG teve seus bons representantes como Lama, Djorkaeff, Ginola, Giuly, Makélélé e o Matuidi. O Mbappé já é algo acima disso tudo. Um francês para criar uma geração de de ídolos locais no PSG", comentou Florent Torchut, repórter do jornal esportivo francês Le Equipe.

Mais Futebol