Dirigente do Coritiba debate indicação de gerente no WhatsApp e é criticado

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Reprodução

    Conversa do presidente com torcedores sobre gerente de futebol vazou e rendeu críticas: "fora de contexto"

    Conversa do presidente com torcedores sobre gerente de futebol vazou e rendeu críticas: "fora de contexto"

Facilitador para a comunicação moderna, o WhatsApp está rendendo dor de cabeça ao presidente do Coritiba, Samir Namur, que se envolveu em uma discussão com torcedores sobre a gestão do futebol do clube. Cobrado por torcedores em um grupo de WhatsApp por não conseguir encontrar um profissional para a função, Namur discutiu com os torcedores e a conversa vazou nas redes sociais.

Avesso à entrevistas, Namur usa muito a comunicação por WhatsApp e é figura constante em grupos da torcida do Coritiba. No caso que foi publicado pela página "Sangue Verde" – que apoiou a campanha de João Carlos Vialle, derrotado por Namur na última eleição – o presidente estava sendo criticado pela condução do futebol coxa-branca e "pediu" uma sugestão de nome para a gerência de futebol para os membros do chat. O vazamento gerou uma enxurrada de críticas nas redes sociais:

Reprodução
Página "Sangue Verde" vazou a conversa, que despertou revolta em torcedores do Coritiba

Em contato com o UOL Esporte, Namur rebateu as críticas dos torcedores e criticou o vazamento da conversa que teve com os torcedores. Também considerou a conversa "fora de contexto". "Um post isolado e fora de contexto de uma conversa gigante em que expliquei e debati com ex-conselheiros as dificuldades de encontrar um nome de confiança", disse o presidente.

Na conversa, Namur era cobrado por não encontrar um profissional para a vaga de Augusto Oliveira, demitido do cargo de gerente de futebol recentemente. "Os caras citam nomes como se fosse a coisa mais fácil do mundo trazer alguém completamente alheio ao que está acontecendo, aos processos e procedimentos que implantamos", argumentou em contato com a reportagem, "Sugestões já devemos ter recebido mais de 50. Toda hora chega uma diferente. Nomes não faltam."

Nos trechos do debate, Namur disse que o Coritiba não tem encontrado nomes com o perfil que o clube quer. 

"Para garantir que teríamos um profissional que entendesse o momento e desse o máximo aqui, fomos atrás de nomes identificados com o clube. Não toparam. Sobram as indicações de raposas do mercado, a maioria com péssimas reputações", escreveu.

"Acho que nessa hora mesmo até as velhas raposas devem ser friamente analisadas, o projeto deve continuar ano que vem", contestou um torcedor.

"Pelo jeito não ficou clara a conotação da palavra raposa", respondeu Namur, "Se uma entrar no Clube eu saio no mesmo minuto. Se tem uma tranquilidade que tenho é a de que não existe um esquema ou roubo do dinheiro do Coritiba", insistiu na conversa que vazou.

O Coritiba é o 10º colocado na Série B, com 30 pontos, seis a menos que o Avaí, primeiro time no grupo de acesso. Sem vencer há cinco jogos, o Coxa também viu a distância para o Z4, grupo de rebaixamento para a Série C, diminuir para cinco pontos. Na sexta, 19h15, recebe o Oeste (11º) no Couto Pereira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos