Comemoração à la Islândia do Cruzeiro nasceu em rede social e vai continuar

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Vinnicius Silva/Cruzeiro

    Comemoração foi programada pelos jogadores no jantar que antecedeu jogo contra o Fla

    Comemoração foi programada pelos jogadores no jantar que antecedeu jogo contra o Fla

Quem permaneceu no Mineirão após a classificação contra o Flamengo, viu os jogadores do Cruzeiro inovarem na comemoração com a torcida. Garantida a vaga nas quartas de final da Libertadores, o time foi ao encontro dos torcedores atrás do gol e festejou ao melhor estilo viking. A celebração com os braços erguidos e as palmas sincronizadas ficou marcada pela seleção da Islândia a partir da Eurocopa de 2016. Dois anos mais tarde, os atletas atenderam aos pedidos dos torcedores celestes nas redes sociais e deram o primeiro passo para tornar o gesto tradição também em solo mineiro.

Na véspera da partida, torcedores do clube invadiram as redes sociais dos atletas com o pedido da nova comemoração. Até então, os jogadores não haviam combinado nada. Durante o jantar, já na concentração para a partida, foi que eles se reuniram e conversaram sobre o assunto.

"Na verdade, isso começou nas redes sociais. Torcedores do Cruzeiro nos pedindo para fazer isso no final da partida, mas nós nunca falamos nada, sabíamos que seria um jogo difícil. Mas quando conseguimos a vaga, comemoramos essa classificação tão importante", comentou o meia Arrascaeta, em entrevista ao Sportv.

A tendência agora é que a moda pegue principalmente em jogos de mata-mata. Em setembro o Cruzeiro já inicia uma nova batalha pela Copa do Brasil e na Libertadores. Pelo torneio nacional, o adversário da vez será o Palmeiras, e o confronto da volta será no Mineirão.

"Foi legal, diferente, espero que a gente possa repetir isso até o final. O torcedor pediu, viu a Islândia fazer isso e achou legal. Vai ficar marcado, espero repetir muito ainda neste ano", disse Robinho, que fez companhia a Thiago Neves, Dedé e Léo para puxar a nova comemoração.

Referência com Islândia também está na camisa

false

Além da nova comemoração, o Cruzeiro também tem outra relação que o aproxima da Islândia nesta temporada. Antes da Copa do Mundo, a Umbro lançou modelos de uniformes que faziam referências às seleções patrocinadas pela marca no Mundial da Rússia. O Cruzeiro foi o escolhido para homenagear o país nórdico e estampou a bandeira em sua camisa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos