Topo

Futebol


Acredite: faltou velocidade para Bolt fazer gol em sua estreia no futebol

Andrew Murray / AFP
Bolt arriscou dribles em seu primeiro jogo Imagem: Andrew Murray / AFP

Do UOL, em São Paulo

2018-08-31T11:03:15

31/08/2018 11h03

Usain Bolt fez sua estreia no futebol. Apesar de ainda não ter um contrato com o Central Coast Mariners, da Austrália, o jamaicano participou de um amistoso de pré-temporada contra uma equipe amadora de Gosford.

O jamaicano entrou em campo aos 26 minutos do segundo tempo, depois de a torcida gritar repetidamente "queremos o Bolt". O homem mais rápido do mundo atuou como ponta-esquerda durante o duelo.

REUTERS/David Gray
Imagem: REUTERS/David Gray

Logo na primeira jogada, o jamaicano já viu que não seria muito fácil a vida na nova profissão. Um passe forte dificultou para Bolt o domínio. Mais adiante na partida, a grande chance de se consagrar: o homem mais rápido do mundo não foi rápido o suficiente para alcançar um cruzamento e viu a bola sair em linha de fundo.

"Foi ótimo, o que eu imaginei. A multidão me deu muita motivação. Os jogadores realmente me aceitaram, tentando me ensinar as coisas nos treinos e me encorajando", disse Bolt ao "FOX Sports" depois da partida.

Bolt utilizou a camisa 95 durante o jogo, em referência ao recorde mundial que ele detém nos 100m rasos: 9,58s. Em seu Instagram, Bolt brincou com o momento em que entrou em campo. "O momento em que a história esportiva foi feita. Usain Bolt, jogador de futebol, entra em campo".

Ainda na entrevista dentro de campo, Bolt falou sobre a forma física adquirida no período de treinos pelo clube australiano. "Penso que minha forma física está muito melhor desde a primeira semana que vim para cá. Sou grato ao Mariners por me dar essa chance".

O preparo físico do jamaicano já havia sido assunto em uma entrevista do técnico do Mariners, Mike Mulvey. Ele havia declarado que Bolt tinha "habilidades rudimentares" e ainda precisava ajustar "algumas coisas".

Fanático por futebol, Bolt decidiu se aventurar no esporte depois que se aposentou das pistas. Antes de chegar no Central Coast Mariners, o jamaicano passou por períodos de treinos no Manchester United, Borussia Dortmund e Stromsgodset, da Noruega.

Mais Futebol