Dedé se espelha em Thiago Silva para voltar à Seleção e jogar Copa de 2022

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Vinnicius Silva/Cruzeiro

    Aos 30 anos, Dedé ainda sonha com Copa do Mundo e vê Thiago Silva como referência

    Aos 30 anos, Dedé ainda sonha com Copa do Mundo e vê Thiago Silva como referência

O feriado de 7 de setembro será especial para Dedé. Quase cinco anos depois da última convocação, o defensor do Cruzeiro vestirá a camisa do Brasil no amistoso contra os Estados Unidos. O zagueiro teve sua primeira oportunidade quando ainda atuava pelo Vasco, mas acabou se distanciando das convocações muito por causa das seguidas lesões graves no joelho que o atormentaram por três temporadas. Hoje, de volta, ele terá Thiago Silva como uma de suas companhias, jogador que virou sua referência para buscar uma vaga na Copa de 2022 mesmo já tendo passado dos 30 anos.

Thiago Silva tem 33 anos e jogou a Copa de 2014 com 30. Foi uma das figuras marcadas pelo vexame brasileiro em casa mesmo sem ter jogado o fatídico 7 a 1. Quatro anos mais tarde, deu a volta por cima e terminou o Mundial da Rússia como um dos melhores jogadores de Tite. É esse caminho que Dedé pretende fazer. A meta é de continuar essa trajetória de convocações e ser lembrado novamente até a próxima Copa, quando estará com 34 anos recém-completados no Qatar. Idade avançada, mas que não o impossibilita de sonhar, como ele mesmo deixou claro recentemente.

"O Thiago Silva fez uma excelente Copa. A idade não interfere em nada. Depende muito de o jogador ter disciplina. Fiquei por três anos sem jogar, mas me cuidei muito bem, foquei no meu tratamento. Tive alguns detalhes no joelho que não ficaram do jeito que era, mas isso não impediu minha velocidade e meu impulso. Trabalho sempre para estar bem. Sempre vou me dedicar para tentar uma vaga na Seleção. Sei que a concorrência é enorme, mas hoje ganhei uma esperança de batalhar por essa vaga", comentou o jogador, recentemente.

A primeira convocação de Dedé para a Seleção foi em 2011, ainda defendendo o Vasco. O jogador ainda foi chamado nos dois anos seguintes. Ao todo, contabiliza nove partidas com a amarelinha. Seu último serviço prestado foi em outubro de 2013, contra a Zâmbia, amistoso que ele marcou seu primeiro e até então único gol pela seleção (o segundo na vitória por 2 a 0). Além disso, Dedé ainda esteve presente nos títulos do Superclássico das Américas de 2011 e 2012.

Convocado para os jogos contra Estados Unidos e El Salvador, Dedé não atuou pelo Cruzeiro contra o Botafogo e também ficará de fora diante do Sport, no sábado. Contudo, o zagueiro é aguardado em São Paulo para a partida contra o Palmeiras, válida pelas quartas de final da Copa do Brasil, no dia 12, um dia após o segundo amistoso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos