Funcionários são ameaçados antes de votação do impeachment no Santos

Gustavo Franceschini

Do UOL, em São Paulo

  • Marco Galvão/Fotoarena/Estadão Conteúdo

    José Carlos Peres antes de Santos x Independiente; presidente está sob pressão

    José Carlos Peres antes de Santos x Independiente; presidente está sob pressão

Dias antes da importante votação que avaliará o pedido de impeachment de José Carlos Peres no Santos, funcionários e conselheiros do clube, ligados à situação, receberam ameaças de um agressos anônimo. Por meio do aplicativo Whatsapp, pelo menos cinco pessoas receberam ameaças de um mesmo número de telefone, que não se identificou em nenhum dos casos. As vítimas prometem fazer boletim de ocorrência sobre o caso nesta segunda-feira.

A reportagem teve acesso a cinco cópias de mensagens entre o agressor e as vítimas. Pelo menos três conselheiros e dois funcionários do clube foram abordados pelo mesmo número. Nas mensagens, ameaças de morte, agressão e até a pressão em um conselheiro que é funcionário público e, na visão do autor das mensagens, não poderia estar presente na reunião que começa a definir o futuro de Peres.

Reprodução
Prints das ameaças a funcionários e conselheiros do Santos

"Já fizemos uma denúncia no MP Federal, porque levantamos que você vai trabalhar segunda à noite. Se faltar e for brincar de conselheiros estará denunciado", disse o autor das mensagens que, pressionado pelo interlocutor, recusou-se a se identificar. Os episódios de ameaças virtuais aconteceram de maneira quase simultânea, no último sábado, e assustou o grupo.

O episódio é mais um no acalorado ambiente político do Santos. Hoje Peres enfrenta dois pedidos de impeachment por parte da oposição. A reunião do Conselho Deliberativo nesta segunda é decisiva porque pode aprovar o processo de impedimento do mandatário caso dois terços dos votantes no encontro decidam assim.

Caso o impeachment seja aprovado, Marcelo Teixeira, presidente do Conselho Deliberativo, convocará uma assembleia de sócios para uma nova votação, sendo necessária a aprovação por maioria simples para a destituição de Peres.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos