Justiça determina rescisão de Wagner com o Vasco por atrasos no FGTS

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Carlos Gregório Júnior / Flickr do Vasco

O meia Wagner ingressou na Justiça do Trabalho solicitando a rescisão de contrato com o Vasco e teve seu pedido aceito em primeira instância em função de atrasos nos seus vencimentos. Para dar urgência ao processo rescisório, ele apresentou uma proposta do Al-Khor, do Qatar. Cabe recurso ao Cruzmaltino. A informação foi dada pela Rádio Globo e confirmada pelo UOL Esporte.

Wagner apresentou falta de recolhimento de seu FGTS do momento que se apresentou ao clube, em janeiro de 2017, até agosto deste ano.

O jogador foi titular nas últimas três partidas com o técnico Alberto Valentim e era visto como uma das principais lideranças do elenco. Antes de tomar a decisão de buscar a Justiça do Trabalho para rescindir, ele chegou a negociar com a diretoria uma possível renovação de contrato.

Aos 33 anos, o meia é o quinto com mais partidas disputadas na temporada entre os jogadores do Vasco, tendo feito 39 jogos e seis gols.

A janela de transferências para o Qatar fecha nesta quinta-feira, e a tendência é a de que Wagner não se apresente ao treinamento do Cruzmaltino na tarde desta terça no CT do Almirante.

O clube ficou de emitir um comunicado oficial sobre o assunto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos