Por Rodriguinho, bailarina deixa Faustão e planeja carreira no Egito

Beatriz Cesarini

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Rodriguinho e Fernanda Batista nas pirâmides do Egito

    Rodriguinho e Fernanda Batista nas pirâmides do Egito

Para não viver longe de seu amor, Fernanda Batista deixou o "Domingão do Faustão" em agosto e foi morar com Rodriguinho, ex-Corinthians, no Egito. Em entrevista ao UOL Esporte, a bailarina contou que pretende construir uma carreira no país africano e falou sobre a nova vida com o meia.

"Desde que começamos o namoro, eu já sabia que isso poderia acontecer a qualquer instante. O momento dele era maravilhoso, vários gols importantes, títulos. Eu já imaginava. Mas quando acontece, você fica com um frio na barriga por não saber o que está por vir", contou Fernanda.

O casal se conheceu em março de 2017, na festa de aniversário de Rodriguinho. Eles começaram a namorar no dia 7 de agosto e, pouco mais de um ano depois, Fernanda se mudou para o Egito com o amado, que passou a vestir a camisa do Pyramids.

Reprodução
Desde então, Fernanda foi assistir a apenas um jogo de Rodriguinho, mas deu sorte: o Pyramids venceu. Segundo ela, as mulheres que vivem no Egito não têm o costume de frequentar os estádios de futebol. Além disso, a bailarina já se deparou com outras diferenças: já foi chamada para tirar fotos porque não usa a burca.

"Quando vou para alguns lugares e não uso a famosa burca, as pessoas ficam impressionadas. São costumes diferentes, não é? Do mesmo jeito que quando uma mulher passa ao meu lado, eu fico admirada com as vestes dela. Aí eles pedem fotos, perguntam de onde somos...," falou a bailarina.

"É um país rico em história... Tem várias diferenças, começando pelo modo de a mulher não só se vestir, mas de se portar... Existe um costume que remete a submissão ao homem. A religião aqui é uma coisa levada ao pé da letra, com muitas orações diárias. Tem pouco menos de um mês que estou aqui, mas já vejo uma enorme diferença", acrescentou.

Apesar de toda a diferença com o Brasil, Fernanda está feliz no Egito e pretende até construir uma carreira profissional no país. A única dificuldade, segundo ela, seria o idioma.

"Quem me conhece sabe que eu trabalho desde os 13 anos. Sempre trabalhei muito em Goiânia, as pessoas me conhecem pelo meu trabalho, pela quantidade e qualidade dele. Aqui, é um pouco difícil essa questão de trabalho. Mas só queria dizer que eu já estou correndo atrás de campanhas egípcias, hein? Quero fotos minhas espalhadas nessa cidade. Apresentar, entrevistas ou qualquer coisa relacionada é um pouco mais difícil por conta do idioma que eu não sei falar", disse Fernanda.

A demissão das colegas de balé do Faustão

Fernanda estava no Balé do Faustão. A notícia da demissão de cinco componentes do grupo também chegou na namorada de Rodriguinho, que exaltou as qualidades das amigas

"Lá eu tenho colegas, amigos, parceiros para o resto da vida. São pessoas que sempre me acolheram bem. Sobre as demissões, creio que são ciclos. Até porque, todas, sem exceção, são muito capacitadas para estarem ali. Eu tenho orgulho de um dia ter feito parte desse time de mulheres além de lindas, são estudadas, super profissionais, com histórias maravilhosas de vida. Eu sempre bati na tecla para mostrarem um pouco mais das meninas fora dos palcos e o Fausto morre de orgulho exatamente por isso, por serem incríveis", declarou Fernanda.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos