Atlético-MG pagou parcela de comissão de Fred mesmo após ida ao Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Vinnicius Silva/Cruzeiro

    Fred faz transição física em treino do Cruzeiro

    Fred faz transição física em treino do Cruzeiro

Fred trocou o Atlético-MG pelo Cruzeiro no fim de 2017. A mudança gerou uma guerra nos bastidores entre os clubes, oponentes neste domingo (16), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, antes do início desta batalha, o Galo tratou o fato com normalidade e até pagou uma parcela da comissão ao centroavante e seus agentes. O valor era referente à contratação do camisa 9 pelo time alvinegro, em 2016.

O centroavante rescindiu seu compromisso com o Atlético em 22 de dezembro de 2017. Menos de 24 horas depois, ele assinou contrato de três temporadas com o arquirrival Cruzeiro.

A surpreendente mudança, no entanto, não foi o suficiente para haver um racha entre o atacante de 34 anos e o ex-clube. Pelo contrário. Em 26 de dezembro, o Galo pagou a última parcela da comissão de Fred e seus agentes, Francis Melo e Rodrigo Chaves Guedes. O débito, que não tem valor revelado, era referente à contratação do jogador pela equipe no negócio com o Fluminense, ocorrido em junho de 2016.

Com o pagamento feito, o clube esperava que Fred e seus agentes acertassem rapidamente a multa imposta pelo Atlético por acerto com o Cruzeiro antes de 31 de dezembro de 2018. O Galo exige receber R$ 10 milhões do atacante pela mudança para a Toca da Raposa II. O pagamento é estabelecido na rescisão do atleta com a equipe mineira.

O problema é que, ao assinar o novo contrato, Fred repassou a obrigatoriedade da multa ao Cruzeiro. O atual clube do jogador, contudo, não reconhece a cláusula. O fato fez com que se iniciasse uma briga entre as partes na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Além da multa e da dívida pela comissão aos agentes, o Galo reconhece uma dívida trabalhista avaliada em R$ 1.969.932,00, a qual deveria ser quitada em dez prestações idênticas de R$ 196.993,20. O clube pagou a primeira parcela e não fez novos pagamentos, à espera de uma resposta da CNRD sobre a validade da multa. O órgão, todavia, entende que o débito dos mineiros deve ser pago ao jogador.

Neste domingo (16), Fred não entrará em campo diante do Atlético-MG. O atacante foi liberado pelo departamento médico após cirurgia no joelho direito, mas ainda não está à disposição da comissão técnica para o jogo do fim de semana, no Mineirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos