Topo

Futebol


Messi chorou como um bebê após derrota na Copa América, diz preparador

AFP PHOTO / Nicholas Kamm
Imagem: AFP PHOTO / Nicholas Kamm

Do UOL, em São Paulo

14/09/2018 09h18

A derrota na final da Copa América Centenário de 2016 foi a mais dolorida para Lionel Messi. De acordo com Elvio Paolorosso, preparador do técnico Tatá Martino na época, o atacante ficou inconsolado horas depois da perda do título nos pênaltis para o Chile - o astro foi um dos que desperdiçou sua cobrança.

"O vestiário depois da derrota foi muito triste, mas o pior aconteceu depois. Lá pelas 2h da manhã, fui ao vestiário e encontrei Leo, sozinho, completamente sozinho, chorando como um bebê que tinha perdido a mãe", afirmou Paolorosso ao jornal "Marca".

"Estava jogado ali sem que ninguém pudesse consolá-lo. Eu o abracei e choramos um pouco".

A final da Copa América de 2016 foi a terceira derrota da Argentina em três decisões. Em 2014, a equipe perdeu a Copa do Mundo para a Alemanha. Um ano depois, caiu na edição da Copa América no Chile para os anfitriões.

Mais Futebol