Topo

Futebol


Operação policial ao lado do CT liga alerta de funcionários e elenco do Flu

Lucas Merçon
Jogadores do Fluminense em treino no CT Pedro Antônio Imagem: Lucas Merçon

Leo Burlá e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

2018-09-14T12:18:06

14/09/2018 12h18

Uma operação policial na comunidade do Karatê, vizinha do centro de treinamento do Fluminense, ligou o sinal amarelo de jogadores e funcionários do clube. Por precaução, todos foram comunicados que só poderão deixar o local com a devida autorização. Até o momento, não foram registrados confrontos.

Este não é a primeira vez que os tricolores ficam reféns de episódios semelhantes. Uma operação do Exército dentro da Cidade de Deus, comunidade situada ao lado do CT, já manteve funcionários e jogadores "presos" dentro do local de trabalho.

Os atletas não relacionados para uma partida treinavam por lá e, assim como membros da comissão técnica, só tiveram a saída liberada após o confronto armado terminar.

Entre outros incidentes, o clube viveu o maior drama no fim de 2016, quando o espaço foi invadido por homens armados e seguranças ficaram feridos

Mais Futebol