"Morrerei hoje se tiver sido racista", diz Di Francesco sobre Douglas Costa

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

Federico Di Francesco fez um gol de calcanhar na vitória do Sassuolo sobre o Empoli por 3 a 1, mas nem mesmo um feito como este conseguiu desviar o foco das entrevistas. O jogador se viu obrigado a falar sobre a polêmica cusparada de Douglas Costa.

"Eu morrerei hoje se tiver dito uma frase racista. Eu não disse uma coisa deste tipo, já falei sobre isso e não quero passar o restante da minha carreira falando sobre isso", disse o jogador à Sky Sport, da Itália, na saída de campo.

O atleta disse que pretende não abordar mais este assunto, mas alega ter sido vítima de mentiras. "Fiquei decepcionado com as frases falsas que foram colocadas nas redes sociais, que me atacaram. São frases muito distantes da educação que recebi", desabafou.

Douglas Costa foi diagnosticado com suas lesões, mas o fato de não ter sido convocado por Tite para os amistosos da seleção brasileira também tem relação com a cusparada que deu no rosto de Di Francesco. O técnico do Brasil lamentou pela "falta de disciplina" do atleta da Juventus.

O jogador brasileiro foi punido e cumprirá suspensão nos próximos quatro jogos do Campeonato Italiano. A imprensa espanhola alega que Federico Di Francesco teria feito ofensas racistas a Douglas Costa, atitude que teria desencadeado a reação inflamada.

Técnico da Roma e pai do italiano, Eusebio Di Francesco descartou a hipótese antes mesmo de seu filho se manifestar. "Isso me deixou muitíssimo indignado, pelo que foi dito sobre ele e pelas palavras que as pessoas supõem que ele tenha dito", criticou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos