Fifa comete gafe e erra nome de São Paulo e Cruzeiro no evento "The Best"

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Londres (ING)

  • Reprodução

A Fifa cometeu um deslize e errou o nome do São Paulo e do Cruzeiro ao apresentar um dos seus convidados para o evento "The Best", que nesta segunda-feira (24), em Londres (ING), anunciará os melhores do mundo em diversas categorias.

Julio Baptista foi um dos integrantes de uma mesa redonda prévia à cerimônia agendada para as 15h30 de Brasília, no Royal Albert Hall. No papel elaborado pela entidade máxima do futebol com o histórico de componentes do painel de debate, a Fifa listou "Sao Paolo" e "Belo Horizonte" como os clubes brasileiros defendidos pelo meia-atacante. Aos 36 anos, Julio largou a aposentadoria e assinou um contrato de duas temporadas com o Cluj, da Romênia.

Luka Modric, Mohamed Salah e Cristiano Ronaldo são os finalistas ao prêmio de melhor jogador no masculino. O croata surge como favorito por ter sido eleito o melhor da Copa da Rússia, da qual foi vice-campeão, e também pelas atuações consistentes no título do Real Madrid da Liga dos Campeões, o terceiro em sequência.

Embora Ronaldo também seja tricampeão europeu pelo Real, a eliminação precoce de Portugal no Mundial, nas oitavas de final contra o Uruguai, pesa contra. Um dos protagonistas do Liverpool finalista da Liga dos Campeões e eliminado na fase de grupos na Rússia com a seleção egípcia, Salah corre por fora.

Sem candidatos brasileiros na categoria masculina, Marta representa o Brasil entre as mulheres. Aos 32 anos, a jogadora do Orlando Pride foi vencedora em cinco oportunidades e disputa o primeiro lugar pela 13ª vez, depois de conquistar a Copa América em abril. As concorrentes da Rainha são a alemã Dzenifer Marozsan e a norueguesa Ada Hegerberg, ambas campeãs da Liga dos Campeões e do Campeonato Francês pelo Lyon.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos