Topo

Futebol


"Encantadora de bebês" ajuda atletas da seleção com sono dos pequenos

Beatriz Cesarini

Do UOL, em São Paulo

2018-09-30T04:00:00

30/09/2018 04h00

A chegada de um bebê é uma das maiores alegrias de uma família. Apesar disso, a rotina de papais e mamães vira de cabeça para baixo e um exemplo tradicionalmente conhecido é a alteração no sono. Assim como muitos familiares, os jogadores de futebol também passam por essa situação. E, para melhorar a qualidade do sono dos pequenos (e dos pais), atletas da seleção brasileira realizam consultorias com Eliana Dias, a profissional que pode até ser chamada de "encantadora de bebês".

É o caso do goleiro Alisson, o zagueiro Marquinhos e o atacante Douglas Costa, pais de Helena, Maria Eduarda e Antonella, respectivamente. Os três jogadores que defenderam a seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia decidiram procurar o apoio de Eliana para aprender mais sobre o sono de um bebê e aliviar o dia a dia da família.

"Meu trabalho consiste em levar às famílias informações e soluções para uma rotina adequada a cada idade do bebê e corrigir maus hábitos de sono adquiridos. As estratégias, foram, algumas, desenvolvidas por mim, após observar o comportamento dos bebês ao longo de cinco anos de trabalhos presenciais. Estas estratégias levam em conta a idade cronológica do bebê, o seu nível de maturidade, suas necessidades fisiológicas e o comportamento de sono aprendido até o momento", explicou Eliana em entrevista ao UOL Esporte.

Alisson Becker por exemplo, levanta sempre durante à noite para ninar a pequena Helena, fruto de seu casamento com Natália Loewe. De acordo com Eliana, todos os atletas que ela atendeu tinham problemas com a falta do repouso. Portanto, além de prejudicar o bebê, a privação do sono também afeta os pais.

Arquivo Pessoal
Eliana com Carol Cabrino e o zagueiro Marquinhos Imagem: Arquivo Pessoal

"Todos contribuíram de alguma forma pois, sofriam também com a privação de sono. A privação de sono continuada pode interferir negativamente na performance do atleta, eles são cientes disso. Eu fiquei muito feliz em constatar que, apesar da responsabilidade como atletas, são pais que conseguem participar amorosamente dos processos familiares", acrescentou Eliana, que passa de três a quatro noites nas casas de famílias durante as consultorias presenciais para que o novo hábito de sono do bebê se consolide.

A consultora decidiu iniciar na carreira aos 50 anos, em um processo de resgate de identidade após os filhos saírem de casa. Recuperada da "síndrome do ninho vazio", Eliana se tornou um verdadeiro sucesso e é reconhecida em vários lugares do mundo. Os valores das orientações presenciais variam entre R$ 3 mil e R$ 5 mil.

O primeiro jogador no qual ela teve contato foi Rithely, atleta do Inter que estava no Sport na época. Depois, ela trabalhou com Juan Jesus, da Roma, e Alisson. As mais recentes consultorias de Eliana foram com Maria Eduarda (filha de Marquinhos e Carol Cabrino) e Antonella (filha de Douglas Costa e Louise Ramos).

"A reeducação da Maria Eduarda foi um processo no qual tivemos uma dificuldade de grau médio, apesar de ela ter múltiplas associações negativas ao sono, a pequena tem um excelente padrão de sono e isso é uma característica própria. Em nossa terceira noite de reeducação, ela já dormiu por 12 horas ininterruptas e continua mantendo esse hábito até hoje", contou Eliana.

Como a própria Eliana explicou, cada caso é único. Há vários fatores que determinam como a consultoria será realizada. No caso da filha de Douglas Costa e Louise Ramos, o foco foi nos descansos durante o dia.

"Já a Antonella tem menos idade, então é um processo diferente da Dudinha. Antonella ainda vai completar 5 meses, então nossa preocupação é restaurar uma boa rotina diurna que estava apresentando uma alteração no padrão desejado para a idade dela. E estamos no segundo dia com sucesso nas sonecas.  Esta noite também conseguimos um resultado perfeito", esclareceu Eliana.

Além de suportes presenciais, Eliana também realiza consultas online. A profissional promove os 'webinários', palestras de três horas com data e hora marcada.

Mais Futebol