Topo

Futebol


Holanda vence e complica situação da Alemanha na Liga das Nações

Photo by JOHN THYS / AFP
Imagem: Photo by JOHN THYS / AFP

Do UOL, em São Paulo

2018-10-13T17:35:12

13/10/2018 17h35

Fora da última Copa do Mundo, a Holanda derrotou a Alemanha por 3 a 0 em Amsterdã pela Liga das Nações. Com gols de Van Dijk, Memphis Depay e Wijnaldum, os holandeses deixaram a última posição do Grupo 1 da Liga A.

A primeira vitória da Holanda na Liga das Nações deixa o grupo aberto após três rodadas. A França lidera com 4 pontos, seguida pela Holanda com 3 pontos. A Alemanha ocupa a última posição com apenas 1 ponto.

Os alemães voltam a campo na próxima terça-feira (16), no Stade de France, onde enfrentam a França. O primeiro colocado do grupo se classifica para a próxima fase e o último é rebaixado para a Liga B.

O melhor: Depay

EMMANUEL DUNAND / AFP
Imagem: EMMANUEL DUNAND / AFP
O meia do Lyon deu trabalho para a defesa alemã. Rápido e habilidoso, o jogador comandou o ataque da Holanda. No começo do segundo tempo, Depay puxou contra-ataque perigoso, mas demorou para cruzar e perdeu a chance de ampliar o placar. Aos 30 minutos do segundo tempo, driblou dois zagueiros alemães e só parou em Neuer. No fim do jogo, o meia recebeu a bola dentro da área e marcou o seu gol.

O pior: Neuer

O goleiro do Bayern de Munique falhou no primeiro gol dos holandeses. Ele ameaçou deixar o gol no cruzamento e ficou pelo caminho. Babel acertou a trave e, no rebote, Van Dijk marcou.

Domínio da Alemanha

Os holandeses vinham de derrota para a França por 2 a 1 e vivem um momento de renovação. O técnico Ronald Koeman montou o time ofensivo, com Babel, Bergwijn e Depay no ataque. A postura ofensiva não surtiu efeito no começo e a Holanda sofreu com os ataques da Alemanha, que teve chances de marcar com Muller e Uth.

Holanda acha o gol 

Aos 30 minutos, os holandeses cobraram escanteio, o alemão Neuer não saiu do gol e Babel mandou a bola no travessão, no rebote, o capitão Van Dijk fez o gol de cabeça.

Alemanha pressiona em busca do empate

Joachim Löw mudou o time e colocou Sané e Draxler nos lugares de Muller e Can. A mudança deu velocidade e em duas oportunidades Sané assustou a defesa holandesa com jogadas pela esquerda do ataque. Aos 19 minutos do segundo tempo, Kimmich achou Sané livre dentro da área, mas o meia do Manchester City chutou para fora.

Depay resolve no contra-ataque

Apesar da pressão, a Alemanha não conseguiu anotar o gol. Depois de desperdiçar dois contra-ataques, a Holanda resolveu a partida em uma rápida transição ofensiva que terminou em gol de Depay aos 42 minutos do segundo tempo. Nos acréscimos, Wijnaldum ampliou o placar.

Recorde de Joachim Löw

EMMANUEL DUNAND / AFP
Imagem: EMMANUEL DUNAND / AFP
O técnico da Alemanha chegou aos 168 jogos no comando da seleção. Ele superou Sepp Herberger que tinha dirigido a seleção alemã em 167 partidas. Apenas dez técnicos treinaram a Alemanha em toda a história, sem contar jogos da Alemanha Oriental. Löw assumiu como técnico da seleção em 2006 e venceu a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Homenagem a Kuyt e Van der Vaart

A Federação Holandesa fez uma homenagem no intervalo da partida aos ex-jogadores da seleção Dirk Kuyt e Rafael van der Vaart. Kuyt fez 104 partidas pela Holanda e Van der Vaart, 109. Em setembro, o meia Sneijder foi homenageado na partida contra o Peru.

Ficha técnica:

Holanda: Cillessen, Dumfries, De Ligt, Van Dijk e De Roon; Blind, De Jong e Wijnaldum; Bergwijn, Depay e Babel. Técnico: Ronald Koeman

Alemanha: Neuer, Ginter, Hummels, Boateng e Hector; Kimmich, Kroos, Can, Muller e Werner; Uth. Técnico: Joachim Löw

Estádio: Johan Cruijff Arena, Amsterdã

Árbitro: Cüneyt Çakır (TUR)

Árbitros assistentes: Bahattin Duran (TUR) e Tarik Ongun (TUR)

Mais Futebol