Xodó volta ao palco onde iniciou campanha do Cruzeiro para hexa na Copa BR

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Vinnicius Silva/Cruzeiro

    Gol de Raniel deu a vitória ao Cruzeiro no primeiro jogo da campanha do hexa

    Gol de Raniel deu a vitória ao Cruzeiro no primeiro jogo da campanha do hexa

O Cruzeiro vai a Curitiba neste sábado (10) enfrentar o Atlético-PR, adversário pela 33ª rodada do Brasileirão. Em campo, o garoto Raniel ganhará uma nova oportunidade como titular do time. Tratado como xodó da torcida, foi na Arena da Baixada que o garoto fez valer seu status de amuleto de Mano Menezes. Na estreia celeste na Copa do Brasil, o jovem de 22 anos entrou no segundo tempo e marcou o gol da vitória mineira, contribuindo diretamente no primeiro dos oito passos rumo ao hexacampeonato do torneio.

Mesmo com a forte concorrência no setor, Raniel é hoje o terceiro na artilharia do Cruzeiro em 2018. Seus nove gols ficam atrás apenas da dupla Thiago Neves e Arrascaeta, que possuem 15, cada.

O detalhe interessante nesses números é a importância que os gols de Raniel tiveram dentro dos jogos. Dos nove, em oito ocasiões o jogador evitou uma derrota ou contribuiu para um triunfo do Cruzeiro. Nas oitavas da Copa do Brasil foi assim, balançando as redes aos 47 minutos do segundo tempo e garantindo a vitória por 2 a 1 fora de casa. Nas quartas, ele também marcou o gol da vitória contra o Santos, no jogo da ida, na Vila Belmiro.

"Será um jogo muito difícil contra o Atlético, sabemos como é complicado enfrentá-los lá em Curitiba, mas nesse ano já pudemos conquistar um bom resultado por lá e deveremos manter a intensidade durante todo o jogo. Pude fazer um gol importante contra eles pela Copa do Brasil. Fui feliz ao entrar e marcar, se tiver a oportunidade vou estar preparado para ajudar o Cruzeiro", comentou o atacante, em contato com o UOL.

Washington Alves/Light Press

Para a partida deste sábado, Mano Menezes ainda não deu indício do time completo que entrará em campo, mas já deu sinais que esta será a vez de Raniel no comando do ataque. Seguindo o esquema de rodízio no setor ofensivo, o treinador utilizou Fred contra o Paraná e Barcos diante do América-MG, na última rodada, deixando a partida de Curitiba para Raniel.

Apesar de estarem próximos na tabela, as duas equipes se encontram em situações um pouco distintas. O Cruzeiro já tem uma vaga garantida na Libertadores do ano que vem, mas não quer deixar o Brasileirão de lado. O Atlético ainda briga por uma vaga via Sul-Americana, mas também não quer se descuidar nos pontos corridos e está na luta por um lugar no G-6 da tabela.

Partida na Arena também teve gol de aniversariante

Aquele jogo contra o Atlético-PR que abriu a participação do Cruzeiro na Copa do Brasil também foi especial para Henrique. Naquele dia 16 de maio, o volante do time completava 33 anos de idade. E o capitão se presenteou com chutaço de muito longe, quase do meio de campo, mas que contou com um desvio na zaga para matar o goleiro. Era o empate da Raposa, marcado aos 39 do segundo tempo.

"Ali foi o começo da Copa do Brasil. A gente estava perdendo, eu empatei o jogo no dia do meu aniversário. Depois o Raniel virou. A lembrança é boa, ali foi o pontapé inicial da competição", comentou o volante.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos