Topo

Futebol


Alemanha vence Rússia em amistoso e ameniza pressão sobre Low

Michael Sohn/AP
Imagem: Michael Sohn/AP

Do UOL, em São Paulo

2018-11-15T19:37:17

15/11/2018 19h37

A Alemanha conseguiu um resultado importante para amenizar a crise vivida pela seleção nos últimos meses. Nesta quinta-feira (15), o time comandado por Joachim Löw venceu a Rússia por 3 a 0 em amistoso realizado na Red Bull Arena, em Leipzig. Este foi apenas o segundo triunfo em cinco jogos após a vexatória campanha na Copa do Mundo.

Após duas derrotas consecutivas e eliminação na Liga das Nações, a Alemanha precisava do resultado para acalmar os ânimos na seleção. Apesar do mau momento, a equipe não teve dificuldades para construir a vitória e garantiu o resultado com gols em apenas 45 minutos - Leroy Sané, Niklas Süle e Serge Gnabry balançaram as redes.

A Rússia, que contou a estreia do brasileiro naturalizado russo Ari, não repetiu as atuações recentes e foi superada pela primeira vez desde a derrota por 3 a 0 para o Uruguai no Mundial.

A seleção alemã volta a campo na próxima segunda-feira (19), contra a Holanda, pela sexta rodada da Primeira Divisão da Liga das Nações. Os russos entram em campo no dia seguinte, contra Suécia, mas em compromisso válido pela Segunda Divisão do torneio europeu.

Sané marca 1º gol pela seleção 
ODD ANDERSEN/AFP
Imagem: ODD ANDERSEN/AFP

Considerado umas das promessas do futebol alemão, Leroy Sané marcou o seu primeiro gol com a camisa da seleção alemã. O atacante do Manchester City foi o responsável por abrir a contagem da vitória logo aos oito minutos de partida. Após ataque rápido dos alemães, ele recebeu passe de Serge Gnabry dentro da área e só teve o trabalho de completar para a meta. Curiosamente, Sané não esteve na lista de convocados por Low para a última Copa do Mundo.

Além dele, Niklas Süle também balançou as redes pela primeira vez com a camisa da seleção tetracampeã mundial. O zagueiro anotou o segundo gol do confronto ao aproveitar uma bola sobrada dentro da área depois de uma cobrança de escanteio, aos 25 minutos.

Alemanha domina e abre 3 a 0 na etapa inicial

Demorou pouco para que a Alemanha indicasse o ritmo da partida. Diante de um adversário repleto de desfalques - entre eles o ex-Grêmio Mario Fernandes - o time comandado por Joachim Löw precisou de pouco tempo para mostrar que encaminharia o triunfo sem dificuldades. Após Sané e Süle garantirem a vantagem ainda na metade de etapa inicial, Serge Gnabry ampliou aos 40 minutos ao completar na saída do goleiro uma boa enfiada de bola.

Com completo domínio alemão, o goleiro Manuel Neuer só participou das ações na primeira metade de jogo quando foi acionado pelos próprios companheiros para jogar com os pés. Os russos ainda arriscaram alguns chutes de longa distância, mas sem perigo.

Ex-Fortaleza faz estreia na Rússia 
ROBERT MICHAEL/AFP
Imagem: ROBERT MICHAEL/AFP

Brasileiro naturalizado russo, o atacante Ari ganhou chance entre os titulares logo em sua primeira convocação pela seleção. Revelado pelo Fortaleza, o jogador de 32 anos atua há quase uma década no futebol russo. Ele foi a principal referência ofensiva do time comandado por Stanislav Cherchesov, mas foi substituído aos 10 minutos da segunda etapa depois de uma atuação discreta.

Além de Ari, o goleiro Guilherme, que estava no banco de reservas, era outro brasileiro naturalizado russo no confronto. Mario Fernandes, um dos destaques da Rússia na Copa do Mundo, foi ausência no amistoso.

Alemães mantêm retrospecto

A vitória alemã manteve o bom retrospecto da seleção em confrontos diante da Rússia. Com o triunfo, a Alemanha segue invicta em duelos direto contra os russos. Em seis partidas, foram cinco vitórias e um empate. O resultado desta quinta-feira foi o mais elástico do duelo, igualando a vitória por 3 a 0 na Eurocopa de 1996.

Rússia vê fim de sequência invicta

A seleção russa curtia uma boa fase desde a Copa do Mundo, quando foi eliminada nos pênaltis pela finalista Croácia (o resultado após tempo normal e prorrogação foi de empate por 2 a 2). A equipe não era derrotada desde a partida contra o Uruguai, quando acabou sofrendo um revés por 3 a 0 na fase de grupos do Mundial. Desde então, foram três vitórias e três empates. Os russos, inclusive, não eram vazados há duas partidas.

Mais Futebol