Tite confirma Neymar como titular e seis mudanças para último teste do ano

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, de Milton Keynes (Inglaterra)

  • Pedro Martins / MoWA Press

Em entrevista coletiva, Tite revelou que fará seis mudanças na escalação que enfrentará Camarões nesta terça-feira (20), às 17h30 (de Brasília), no Stadium MK, em Milton Keynes, nos arredores de Londres. O comandante da seleção brasileira adiantou que o goleiro Ederson, o zagueiro Pablo e o lateral esquerdo Alex Sandro estarão entre as novidades que mandará a campo em seu último teste no ano.

Neymar, Roberto Firmino e Marquinhos também têm presença assegurada no onze inicial. Mais desgastado, Renato Augusto, por outro lado, não começará jogando.

A exemplo do que fez nos últimos compromissos contra Argentina e Uruguai, Tite preferiu não abrir todo o time e manteve um pouco de mistério.

Antes da Copa América, que será disputada em casa no ano que vem, o treinador terá apenas mais uma chance de reunir o seu grupo em março. Ele pretende manter a base que esteve na última Copa do Mundo e acrescentar nomes como Arthur, do Barcelona, e Richarlison, do Everton, que disputaram todos os amistosos até aqui.

Tite se ressentiu da falta de sequência que teve com Lucas Paquetá, do Flamengo, mas fez questão de ressaltar a qualidade de seu futebol mais uma vez.

"Ele é da função do Coutinho, ele é um meia criador, ficou pouco tempo conosco, mas quantos treinamentos fomos no Flamengo? Quantos jogos no Maracanã fomos assistir? Quantas vezes conversamos com Dorival Jr. e outros técnicos? Tem uma outra série de aspectos importantes que a gente tem", afirmou.

"Nas categorias de base, a interação com os outros treinadores, isso tudo são informações, e informação é riqueza, ela gera conhecimento", completou.

O auxiliar Sylvinho, que estava sentado ao seu lado, deixou claro que o elenco para a Copa América, principal competição no calendário de 2019, está "avançado".

"Entendemos a vontade que as pessoas têm de falar de futebol, é paixão, mas estamos aqui para fazer um trabalho profissional, de alto nível. Até em um amistoso fazemos seis reuniões no dia para ver como aproveitar melhor o atleta, vamos preservar tudo que puder ser preservado tratando de Copa América. O trabalho já começou. O que ficou de bom e é bom vai permanecer", disse.

A provável escalação do Brasil deve ser a seguinte contra os camaroneses: Ederson; Danilo (Fabinho), Marquinhos, Pablo e Alex Sandro; Walace, Arthur e Allan (Rafinha); Neymar, Firmino e Richarlison (Willian).

Veja outros assuntos comentados por Tite na entrevista coletiva:

Neymar
"As situações que são nossas no vestiário, por exemplo, na última entrevista, veio ele e o filho dele. Quando eu vi que o filho estava lá, eu fiz questão que o filho viesse, não para forçar nenhuma barra, para mostrar o lado humano dele. Eu não quero ser o avaliador de uma situação que eu entendi ser importante para dar apoio e responsabilidade. A avaliação é de vocês. Se não, fico eu avaliando quem avalia."

Alex Sandro como futuro titular
"É natural que o Alex Sandro a médio e longo prazo seja o lateral da seleção, tanto pela idade que tem, 27 anos. São essas etapas, essa construção, base agora, depois Copa América. Olha como atletas emergentes vêm, hoje já tem Arthur, Paquetá, Richarlison, Everton, são jogadores que atingiram um nível boom rapidamente de uma qualidade muito grande. O Allan também. Vão surgindo junto com os outros e competindo com quem já estava. A gente não está aqui para falar que veio para somar e ser mais um, e, sim, para competir."

Confronto com Seedorf
"Falar antes como atleta que ele foi e enfrentei no Botafogo, aí ele já na condição final. Falei para o time que ele é muito talentoso, não pode deixar ele pensar, disse que a marcação tem que ser curta, rápida e forte. Ele achou uma bola, ele dominou na frente do Pacaembu, com o radar ligado. Ele faz o movimento para dominar na bola, dá um toque só, ficaram dois ou três da defesa olhando. É um talento incrível, um técnico buscando o início para transpor todo o talento que ele tinha."

Ausência de Coutinho
"O desempenho dentro de jogo vai oscilar, porque a base não está toda montada, algumas peças do meio têm feito falta a mais, o Coutinho, o Paquetá, que são jogadores que a gente sente mais na criação e chegada na frente. O Paulo (Paulinho) é um jogador que se adaptou agora para fazer o meio e a chegada na frente. Ficamos com deficiência nesse aspecto. Encontrar um melhor espaço para o Arthur, se é um primeiro ou segundo volante de articulação, não mexer no sistema se não fica uma salada de fruta. Encontrar esse ponto de equilíbrio tem sido desafiador para a gente."

Firmino titular
"O Firmino está entrando na equipe, é desumano e incorreto não dar uma continuidade nessas combinações de jogadas. Tem que manter a coerência para iniciar."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos