Aposta em dupla desconhecida dá ao Corinthians um titular e um 'esquecido'

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Corinthians

    Bruno Xavier, à esquerda, e Thiaguinho, a direita, com o diretor de futebol Duílio Monteiro

    Bruno Xavier, à esquerda, e Thiaguinho, a direita, com o diretor de futebol Duílio Monteiro

Thiaguinho e Bruno Xavier chegaram ao Corinthians sob certa desconfiança no mês de abril, com a missão de convencer o clube de que mereceriam atenção especial pensando no futuro. A dupla assinou contratos de empréstimo após ter destaque na Série A-2 do Campeonato Paulista e foi apresentada junta, mas os dois traçaram caminhos muito distintos no Parque São Jorge: enquanto um acabou esquecido, outro virou titular.

As credenciais de Bruno Xavier eram até muito boas aos 22 anos. Centroavante, havia sido o artilheiro da segunda divisão estadual com dez gols marcados pelo Nacional. Era disputado também por Guarani e Atlético-PR, mas escolheu o Corinthians. Com o tempo, no entanto, as coisas acabaram não acontecendo como o atacante imaginava: ele não jogou um minuto sequer e ficou no banco de reservas em sete partidas até ser cedido ao clube de Campinas.

Na Série B do Brasileirão, Bruno Xavier atuou em dez partidas (só em duas por 90 minutos) e fez um gol. A expectativa é que ele volte ao Corinthians para a pré-temporada de 2019 e assim tente mostrar serviço durante o Paulistão. Seu contrato com o clube alvinegro se encerra no mês de maio.

Thiaguinho, por outro lado, virou uma espécie de xodó da torcida. O volante de 21 anos, que se declarou torcedor logo na apresentação, tem se doado bastante e desta forma ajudado o técnico Jair Ventura a descascar um abacaxi no meio-campo. O posto de segundo volante do time titular originalmente seria de Douglas, contratado junto ao Fluminense no meio do ano, mas a disputa ficou aberta recentemente em uma semana bastante atípica.

Para o clássico contra o São Paulo no último dia 10, Douglas ainda se recuperava de lesão e o escolhido para a posição foi Araos. Mas o chileno desperdiçou sua chance ao ser expulso por agressão, ainda no primeiro tempo, e Thiaguinho entrou no intervalo com protagonismo. Na partida seguinte, Douglas retomou a vaga mas também foi expulso na primeira etapa, e o filme se repetiu com Thiaguinho saindo do banco para ter boa atuação. Daí em diante, a aposta vinda da A-2 do Paulistão subiu de patamar no elenco.

Em sua sexta partida no Corinthians, Thiaguinho foi titular em um duelo fundamental para a equipe se manter na elite do Brasileirão, que terminou em vitória sobre o Vasco. Fez outro bom jogo, este um pouco menos destacado que os anteriores, mas novamente com muita entrega. Não à toa, dias depois ele deu até entrevista coletiva e revelou o sonho de seguir os passos do ídolo Paulinho. É unânime no clube que ele será adquirido de forma definitiva no ano que vem — o valor estipulado é de R$ 500 mil.

Cerca de sete meses após a chegada ao Corinthians, Thiaguinho agora deve encerrar o ano como titular na visita ao Grêmio pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. No domingo, às 17 horas (de Brasília), o Alvinegro precisa vencer para garantir lugar na próxima Copa Sul-Americana.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos